Do Mais Goiás

Criminosos jogam gasolina em grávida durante ataque a ônibus

Gestante conseguiu sair do coletivo e torceu o pé.


//

Um grupo que ateou fogo em um ônibus neste domingo (26/10) em Embu das Artes, na Grande São Paulo, jogou gasolina em uma grávida durante a ação. A mulher de 34 anos contou que como estava com dificuldade de passar pela catraca sofreu o ataque.

Segundo informações do jornal Bom Dia São Paulo, da TV Globo, a mulher não se queimou e conseguiu sair do ônibus, mas torceu o pé.

O coletivo foi queimado na Rua Babilônia por volta das 6h30 de domingo. O motorista foi obrigado por um homem armado a parar. Outros três criminosos apareceram, mandaram todo mundo descer e incendiaram o coletivo.

O combustível vazou e o fogo se alastrou pela rua. As chamas atingiram a fiação elétrica e um carro que estava na rua.

Quatro suspeitos foram presos em flagrante depois que um policial militar os viu correndo com um galão de combustível. O policial disse que quando eles se esconderam em uma casa, pediu reforço e prenderam os suspeitos. A corporação ainda investiga a motivação do crime.

O delegado que investiga o caso informou que nas últimas semanas o grupo teria assaltado casas na região. Os quatro homens irão responder por associação criminosa, incêncio, tentativa de homicídio qualificado e roubo. (Com informações do G1)