Violência

Criança de 5 anos é baleada na cabeça no Setor Bueno

Mãe acusa policiais militares pelo disparo




Notícia atualizada às 10h15


//

Uma criança de cinco anos encontra-se internada em estado grave no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) após ser atingida com uma bala na cabeça. O caso aconteceu na noite desta segunda-feira (31/08)  no Setor Bueno, em Goiânia.

De acordo com a mãe da criança, ela, o filho e o marido estavam no carro quando o pai da criança iniciou uma discussão com um motociclista.

De acordo com a mãe, os dois foram seguidos pelo motociclista e ao chegarem na Rua T-32, no Setor Bueno, o seu marido jogou o veículo contra o motociclista e começaram a discutir.

Nesse momento, segundo ela, uma viatura da Polícia Militar (PM) passava pelo  local e ela pediu ajuda. “Eles viram e atiraram na direção do carro e foram embora”, acusa a mãe. A bala acertou o menino, que estava no banco traseiro do veículo.

Ainda de acordo com a mãe, ela pegou seu filho baelado, saiu do carro e ficou com ele nos braços procurando ajuda pela rua. Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que passava pelo local, parou, prestou socorro ao garoto e o encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

De acordo com o hospital, o paciente está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele tem quadro instável, está intubado, sedado e respirando com a ajuda de aparelhos.

O pai da criança e o motociclista fugiram do local tomando rumo ignorado.

Em nota, a Polícia Militar informou que “a partir do momento que foi notificada sobre o ocorrido, apresentou os policiais militares envolvidos na ocorrência na Corregedoria, onde foram tomadas duas providências preliminares”.

Leia a nota na íntegra:

“A Polícia Militar a partir do momento que foi notificada sobre o ocorrido, apresentou os policiais militares envolvidos na ocorrência na Corregedoria, onde foram tomadas duas providências preliminares:

– Oitiva dos militares que estavam de serviço;
– Recolhimento das armas, bem como a realização do exame residográfico pela Polícia Técnico Científica.

A PM de Goiás  é transparente em suas ações  e oferece total atenção e seriedade que o caso requer.

Ricardo Mendes – Ten Cel
Assessor de Comunicação da PMGO.”

Aguarde mais informações.

Tópicos