Do Mais Goiás

Criado no Ceará, capacete especial contra covid será distribuído em Goiás

Estudos apontam que o equipamento reduz em 60% a necessidade de internações em leitos de UTI

Foto: Divulgação

O Ministério Público do Trabalho (MPT) destinará 500 capacetes Elmo para a Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO). O equipamento de proteção contra o coronavírus foi desenvolvido por pesquisadores do Ceará e será distribuído entre profissionais de Saúde que atuam em hospitais de referência no combate à covid-19 no estado. Conforme a Secretaria de Saúde do Ceará, o equipamento não invasivo reduz em 60% a necessidade de internações em leitos de UTI.

O MPT-GO informou que destinou R$ 586 mil para a aquisição dos 500 capacetes Elmo, que já estão em fase de produção. O Elmo é um tipo de ventilação não invasiva que melhora o índice de oxigenação no sangue e expande o pulmão do paciente, o que, segundo o governo do Ceará, pode evitar a intubação, dependendo da gravidade do caso e da reação do paciente.

De acordo com a Secretaria de Saúde cearense, testes clínicos mostraram que o uso do equipamento pode diminuir em até 60% a necessidade de internações em leitos de UTI. “Acomodado ao pescoço do paciente, o Elmo permite ofertar oxigênio a uma pressão definida ao redor da face, sem a necessidade de intubação. Dessa forma, a pessoa consegue respirar com auxílio da pressurização e oferta de oxigênio”, detalha a pasta.

ELMO - Mais Goiás

Foto: Divulgação

A entrega dos equipamentos para a SES-GO deve ocorrer dentro do prazo de 10 a 15 dias. Em nota enviada ao Mais Goiás, a secretaria informou que já recebeu ofício do MPT-GO sobre a doação dos capacetes Elmo, “mas ainda aguarda a confirmação da data de envio, que, por sua vez, depende da entrega do produto pelo fabricante”. “Os equipamentos serão distribuídos para hospitais de referência da rede estadual no tratamento da Covid-19”, conclui.

Uso em Goiás

O capacete Elmo não é novidade no estado de Goiás. No início deste mês, o Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (Hmap) adquiriu dez unidades do equipamento para os pacientes.A Maternidade Dona Iris, em Goiânia, foi outra unidade a usufruir do Elmo.

O hospital também recebeu capacetes Elmo, doados pela Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) em fevereiro.