Orçamento

Corte no Orçamento deve ficar em torno de R$ 70 bilhões

Equipe econômica defende corte de R$ 80 bilhões para cumprimento da meta de superávit primário





//

Em reunião no Palácio da Alvorada no domingo, a equipe econômica do governo federal disse à presidente Dilma Rousseff que o corte no Orçamento não deve ficar abaixo de R$ 70 bilhões, segundo informações publicadas pela Folha de S. Paulo.
 
O valor seria algo próximo do necessário para o cumprimento da meta de superávit primário deste ano – R$ 66,3 bilhões para todo o setor o público. Esse corte também pode fazer o governo voltar ao patamar de gastos de 2013, com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, tem defendido.

Segundo o jornal, uma ala mais política do governo quer que o corte seja em torno de R$ 60 bilhões, para ter mais espaço para os gastos. Já a equipe econômica defende um corte de R$ 80 bilhões, em função de mudanças que o Congresso tem feito no pacote de ajuste fiscal.

A reunião no domingo contou com as presenças dos ministros Joaquim Levy, Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Nelson Barbosa (Planejamento). Os cortes devem ser anunciados até o fim desta semana.