CHAPADÃO DO CÉU

Corpo de jovem goiana que morreu em poço de elevador na Argentina chega ao Brasil

Ana Karolina estudava medicina na Argentina e foi a óbito no dia 4 de setembro de 2020


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 05/10/2020 às 21:40:53

Um mês após a morte da jovem goiana Ana Karolina Lara na Argentina, a família conseguiu um voo para trazer o corpo da estudante para o Brasil. Foto: reprodução
Um mês após a morte da jovem goiana Ana Karolina Lara na Argentina, a família conseguiu um voo para trazer o corpo da estudante para o Brasil. Foto: reprodução

Um mês após a morte da estudante brasileira Ana Karolina Lara Ferreira Fernandez, 22 anos, em Buenos Aires, a família conseguiu um voo para trazer o corpo da jovem para ser sepultado no Brasil. Ela morreu no dia 4 de setembro, após cair no poço do elevador de um prédio na capital da Argentina.

Segundo a empresária Silvana Lara Ferreira, mãe de Ana Karolina, o avião trazendo o corpo da jovem deixou a capital argentina às 10h (horário de Brasília) e pousou em Campinas (SP) no início da tarde. Agora o corpo será levado de carro para a cidade de Chapadão do Céu, no sudoeste de Goiás, distante 860 km, onde será o velório e sepultamento. A viagem de carro até a cidade, onde a família da jovem reside, deve durar aproximadamente 10 horas.

“O corpo dela já chegou ao Brasil e daqui a pouco vai começar a segunda parte do transporte, que será por terra. Acreditamos que amanhã de manhã já estará tudo pronto para o velório da Karol”, disse a empresária ao UOL.

O corpo de Ana Karolina foi liberado do IML (Instituto Médico Legal) no dia 23 de setembro; desde então, estava em uma funerária argentina aguardando todos os documentos e trâmites burocráticos para ser liberado para o traslado.

A mãe da jovem usou as redes sociais para agradecer o apoio que vem recebendo desde a morte da estudante.

“Gostaria de avisar a todos que finalmente conseguimos o voo para trazer minha filha Karol, estávamos apreensivos porque estava bem difícil, mas graças a Deus agora está confirmado. Ainda não sabemos exatamente o horário do velório, pois tem um tempo da funerária para preparar tudo. Desde já agradeço a todos por toda a ajuda”, diz trecho da postagem.

O acidente

Ana Karolina morreu no dia 4 de setembro ao cair de uma altura de 13 andares no poço de um elevador de um prédio onde foi visitar um amigo e um jovem com quem tinha relacionamento há dois anos. A estudante teria ido até o local comemorar o bom resultado que havia tido em uma prova da faculdade.

Ao chamar o elevador para ir embora, a jovem não teria percebido que o elevador não estava parado no andar e caiu do 13º andar.

Segundo a família da estudante, a investigação da polícia argentina aponta que a principal hipótese para a causa da morte de Ana Karolina é uma falha no elevador do edifício.

Se isso for confirmado, os responsáveis pela manutenção do equipamento poderão responder por homicídio culposo, segundo os familiares.