Resgate

Corpo de Bombeiros resgata boto preso em poço e fazem a soltura no Rio Araguaia

Animal estava em área pequena com limitações de deslocamento e de alimentação. Bombeiros mantiveram o boto hidratado durante o trajeto até o Rio Araguaia


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 20/05/2019 às 18:20:12

Bombeiros resgatam o boto que estava com dificuldade de se manter em local raso (Foto: Divulgação/CBMGO)
Bombeiros resgatam o boto que estava com dificuldade de se manter em local raso (Foto: Divulgação/CBMGO)

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi acionado por volta das 8h da manhã desta desta segunda-feira (20) em Aruanã, para resgatar um boto preso em um poço do Ribeirão do Roncador, no município de Araguapaz.

No local, os bombeiros verificaram que o animal estava restrito a uma pequena área de aproximadamente um metro de profundidade com limitações de deslocamento e de fornecimento de alimentação. Utilizando uma rede de pesca, os bombeiros realizaram o resgate do animal, sem ferimentos.

Os militares tiveram que improvisar uma maca com lona, madeiras e corda, para que o boto fosse conduzido até a viatura. Durante todo o transporte foram realizados cuidados específicos para manter a hidratação e temperatura corpórea do animal, envolvendo o corpo com panos molhados.

Foi feito o monitoramento constante do boto durante todo o trajeto de aproximadamente 90 quilômetros, entre o Ribeirão do Roncador e a cidade de Aruanã, onde foi realizada a soltura do boto no Rio Araguaia.

Boto é transferido do Ribeirão do Roncador para o Rio Araguaia (Foto: Divulgação/CBMGO)

Boto é transferido do (Foto: Divulgação/CBMGO)

O sargento Dácio Rodrigues, do Corpo de Bombeiros de Aruanã, disse que em 15 anos de trabalho, foi o primeiro resgate de boto que participou.

“Foi muito inusitado. O boto é um mamífero e respira fora d’água, mas por ser um animal aquático, precisa sempre estar hidratado. Nós o envolvemos em um cobertor molhado e devido ao estresse, ficamos acalmando e fazendo carinho. No local que ele estava, ia acabar morrendo de fome, mas felizmente deu tudo certo”, comemora.