Esportes

Corinthians: Petros tem pena reduzida de 180 dias para 3 jogos

Sanção passa a valer a partir desta sexta-feira




O meia Petros, do Corinthians, teve a pena de suspensão de 180 dias reduzida pelo Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Por maioria de votos, ele foi punido com três partidas. A sanção passa a valer a partir desta sexta-feira e, como está sob um efeito suspensivo, o jogador poderá atuar na noite desta quinta contra o Atlético-MG.

Em agosto, Petros trombou com o árbitro Raphael Claus na vitória corintiana por 1 a 0 no clássico com o Santos, disputado na Vila Belmiro. Denunciado por agressão, o jogador foi condenado em primeira instância pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a 180 dias de suspensão, mas vinha jogando em virtude de um efeito suspensivo.

Na leitura de seu voto, o relator do processo, Gabriel Marciliano Junior, disse que reviu as imagens diversas vezes e que não poderia “de sã e tranquila consciência aplicar multa de 180 dias de suspensão”. E foi além: “Prefiro absolver errando do que condenar com prova precária”. Inicialmente, ele votou pela absolvição, mas depois voltou atrás e puniu em uma partida.

Outros quatro auditores votaram pela punição a Petros, mas o enquadraram em um artigo com pena mais branda – suspensão por até seis partidas. Um votou por um jogo, dois votaram por pena de três partidas e outro auditor pediu quatro jogos. Já o presidente divergiu do voto e enquadrou em um terceiro artigo, pedindo 90 dias de suspensão. Como ocorre nesses casos, prevaleceu a decisão da maioria.

No mesmo julgamento, por unanimidade o Santos foi multado pelo arremesso de um copo plástico ao gol de Cássio no mesmo jogo. A maioria decidiu por pena de R$ 5 mil.