Copa São Paulo

Corinthians bate Botafogo-SP e conquista nono título da Copa São Paulo

Diante de mais de 36 mil torcedores, a equipe do Parque São Jorge chegou à nona conquista em sua 16.ª decisão no torneio.




O Corinthians ampliou a sua hegemonia na Copa São Paulo de Futebol Júnior ao conquistar o título da 46.ª edição, na manhã deste domingo, no Estádio do Pacaembu, ao vencer o Botafogo de Ribeirão Preto por 1 a 0. Diante de mais de 36 mil torcedores, a equipe do Parque São Jorge chegou à nona conquista em sua 16.ª decisão no torneio. Ano passado tinha perdido, por 2 a 1, para o Santos.

Com esta conquista o Corinthians aumentou a vantagem para o Fluminense com relação ao número de títulos conquistados. Agora, o time paulista possui nove títulos, contra cinco da equipe carioca. O Internacional é o terceiro time com mais títulos, já que venceu quatro vezes, na frente do São Paulo, com três. E antes dessa conquista, os juniores do Corinthians já tinham sido campeões do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro Sub-20 no ano passado.

Ao longo desta edição da Copa São Paulo foram disputados 187 jogos, com 611 gols marcados e uma média superior a 3,2 gols por partida. O Corinthians teve a melhor defesa e o melhor ataque do torneio com apenas quatro gols sofridos e 26 marcados. Além disso, a artilharia foi dividida entre três jogadores: Gabriel Vasconcelos, do Corinthians, Isaac, do Botafogo-SP, e Santiago, do São Caetano.

O JOGO

Com a melhor campanha da Copa São Paulo e contando com o apoio da torcida que compareceu em peso ao Pacaembu, o Corinthians iniciou a partida tomando as ações ofensivas e com maior posse de bola. No decorrer da etapa inicial o time chegou a ter 65% da posse de bola.

A primeira chance, porém, foi do Botafogo-SP. Alex cobrou falta com perfeição e carimbou a trave esquerda do goleiro do Corinthians. No rebote a bola voltou nos pés de Túlio Souza que, sozinho e com Caíque França fora da jogada, finalizou por cima do gol.

Após o susto, o Corinthians voltou a dominar a partida e teve duas boas chances de gol antes do final di primeiro tempo. A primeira veio com Gabriel Vasconcelos, mas o atacante finalizou fraco e Talles defendeu sem problemas. Depois, Matheus Vargas encontrou Yan livre dentro da área e o jogador finalizou rente à trave, perdendo a melhor chance da equipe paulistana.

Logo no começo da etapa final o Corinthians fez Talles trabalhar. Yan acertou um lindo chute de fora da área e o goleiro salvou a bola que entraria no ângulo esquerdo. No lance seguinte, Talles teve que sair da área para atrapalhar a chegada ofensiva do Corinthians com Gabriel Vasconcelos.

Na sequência, quem quase marcou foi o Botafogo. Após cobrança de escanteio, Caíque França espalmou a bola, que bateu na trave e, depois, o goleiro precisou dar um chute para evitar que o gol adversário se concretizasse.

O gol do título do Corinthians saiu dos pés de Maycon, que contou com a ajuda de Talles. O meia finalizou de fora da área, aparentemente sem força, e o goleiro tentou segurar a bola no alto. Não conseguiu. Talles, destaque do Botafogo na semifinal diante do Palmeiras, falhou feio. Assim, de herói virou vilão, aos 21 minutos.

Depois do gol, o time do interior paulista não reagiu, se abateu e teve de se contentar com o segundo vice-campeonato da Copa São Paulo – em 1983, perdeu para o Atlético-MG, por 2 a 1, na decisão – e com a excelente campanha. Já o Corinthians, sem sustos no final da partida, comemorou o seu nono título no tradicional torneio de juniores.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-SP 0 x 1 CORINTHIANS

BOTAFOGO-SP – Talles; Giovani (Carlos), João Neto, Caio Ruan e Mayc; Túlio (Daniel Oishi), João Vitor, Alex e Wesley;William (Erik) e Isaac. Técnico – Rodrigo Fonseca.

CORINTHIANS – Caíque França; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Rodrigo Sam e Guilherme Arana; Maycon, Marciel, Matheus Vargas (Pedro Henrique) e Marcinho (Lauder); Yan (PC) e Gabriel Vasconcelos. Técnico – Osmar Loss.

GOL – Maycon, aos 21 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Thiago Luis Scarascati.

CARTÕES AMARELOS – Guilherme Arana e Léo Príncipe (Corinthians); Alex, Daniel Oishi e Eric(Botafogo-SP).

PÚBLICO – 36.083 presentes.

RENDA – Não divulgada.

LOCAL – Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).