FolhaPress

Confundido com criminoso, PM baiano é morto por engano pela policia de PE

Vítima não resistiu aos ferimentos

Confundido com criminoso, PM baiano é morto por engano pela policia de PE - Um policial militar da Bahia fora de serviço foi morto por engano por policiais civis de Pernambuco após ser confundido com um criminoso. Joanilson da Silva Amorim, de 33 anos, morreu após ser atingido por tiros, na noite desta segunda-feira (13), em Petrolina (PE)
Policial que foi morto por engano (Foto: Polícia Militar da Bahia)

Um policial militar da Bahia fora de serviço foi morto por engano por policiais civis de Pernambuco após ser confundido com um criminoso. Joanilson da Silva Amorim, de 33 anos, morreu após ser atingido por tiros, na noite desta segunda-feira (13), em Petrolina (PE).

O soldado morava e trabalhava em Juazeiro (BA), cidade que faz divisa com a cidade pernambucana, e foi chamado por vizinhos para ajudar na busca por suspeitos que tinham invadido casas no bairro.

A ação que resultou na morte do soldado foi realizada por agentes da 12ª Delegacia de Repressão ao Narcotráfico da Polícia Civil de Pernambuco. Ao UOL, a corporação informou que durante a operação “um homem de camisa em cor semelhante à do sujeito perseguido apareceu, de forma repentina, suspeita, com arma em punho e sem se identificar, sendo confundido e alvejado pelos policiais”.

Ainda segundo o comunicado, a vítima foi socorrida e levada pelo Samu a uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública lamentou “a fatalidade ocorrida” e informou “que espera da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco e das instituições que a compõe, uma investigação célere e imparcial, esclarecendo todas as circunstâncias da morte”.

Um inquérito policial foi instaurado pela Polícia Civil para investigar as circunstâncias da operação e da morte do soldado. A Corregedoria Geral da SDS (Secretaria de Defesa Social) também foi acionada e iniciou apuração preliminar para investigar os fatos no âmbito disciplinar.

Ainda na operação, a polícia prendeu duas pessoas e apreendeu uma moto roubada e uma pistola calibre 9mm com numeração suprimida.

Mais Goiás.doc mostra a violência policial e o abuso de autoridade em Goiás; assista.