Do Mais Goiás

Confira escalonamento do comércio em Goiânia a partir de segunda

Intenção é manter o comércio ativo e diminuir a exposição das pessoas ao risco de contágio do novo coronavírus no transporte público

A partir da próxima segunda, lojas e indústrias terão de obedecer o horário de funcionalidade determinado pela Prefeitura de Goiânia (Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil)

Com a nova flexibilização de atividades comerciais em Goiânia, decretada pelo prefeito Iris Rezende na sexta-feira (19), o horário de funcionamento dos estabelecimentos na capital passou por adequações. A partir da próxima segunda-feira (22), empresas, lojas e indústrias terão de obedecer o horário de funcionalidade de cada segmento determinado pela gestão municipal.

O objetivo do escalonamento, conforme apontou a Prefeitura de Goiânia, é organizar os horários de abertura e fechamento do comércio, a fim de manter o distanciamento social mínimo e evitar o aumento do contágio da Covid-19. A intenção é manter o comércio ativo e diminuir a exposição das pessoas ao risco do novo coronavírus no transporte público.

Os shoppings centers, por exemplo, um dos segmentos autorizados pelo último decreto, poderão abrir a partir das 12h. O encerramento deve ocorrer às 20h. Das 9h às 17h fica autorizado o funcionamento de comércio varejista de rua, galerias, camelódromos e centros comerciais (exceto o camelódromo do Município situado na Rua 4-A – Setor Central) e lojas que compõem a Região 44 – estas, no entanto, só poderão retomar as atividades no dia 30 de junho.

“O nosso último escalonamento foi pensado nos funcionários que iriam utilizar o transporte público naquelas atividades que tínhamos liberado na época. Agora, com mais essa flexibilização, mais pessoas irão utilizar esse serviço de transporte, ou seja, novos horários precisaram ser reorganizados para diminuir as situações de risco”, disse o titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia de Goiânia, Walison Moreira.

Veja como ficam os horários de abertura e fechamento de  atividades comerciais:

Às 6h: (sem restrição de horário de fechamento)

Padarias e panificadoras.

Às 7h: (sem restrição de horário de fechamento)

Hipermercados, supermercados, mercados, mercearias, açougues peixarias, hortifrutigranjeiros, frios, empórios, peças e acessórios para veículos automotores, oficinas (inclusive as oficinas no interior das concessionárias), borracharias.

Início às 07h30 e fechamento às 17h30:

Comércios essenciais ao setor agropecuário (inclusive produtos e insumos veterinários, peças e periféricos para máquinas e equipamentos agrícolas), serviços essenciais ao setor agropecuário (inclusive oficinas para máquinas e equipamentos agrícolas).

Início às 8h30 (Sem restrição de horário para fechamento):

Escritórios, profissionais liberais

Início às 9h (Sem restrição de horário para fechamento):

Imobiliárias.

Início às 9h e fechamento às 17h:

Comércio varejista de rua, galerias, camelódromos e centros comerciais (exceto o camelódromo do Município situado na Rua 4-A – Setor Central. Empreendimentos que compõem a Região 44 (shoppings, galerias e lojas, que serão reabertos a partir do dia 30 de junho de 2020).

Início às 10h (sem restrição de horário para fechamento)

Concessionárias de veículos automotores (exceto oficinas no interior das concessionárias), barbearia e salões de beleza.

Início às 12h e fechamento às 20h:

Shoppings centers.

Início às 6h30, 8h30 ou após 10h30 (sem restrição de horário para encerramento)

Serviços domésticos e diaristas.