Justiça

Condenado por caluniar Marconi, Mauro Rubem pede desculpas e pagará indenização solidária

Em audiência judicial realizada na manhã de hoje, o ex-deputado estadual Mauro Rubem (PT) se retratou de calúnias que proferiu contra o governador Marconi Perillo (PSDB) em junho de 2013, em seu perfil no Twitter




Em audiência realizada nesta quinta-feira, dia 13, o ex-deputado estadual Mauro Rubem se retratou de calúnias e injúrias que atirou contra o governador Marconi Perillo em junho de 2013, em seu perfil no Twitter.

Mauro Rubem acusou Marconi do crime de formação de quadrilha, na época, mas não apresentou provas. O governador entrou com uma ação de reparação de danos morais.

Na audiência hoje, o petista reconheceu seu erro. Na presença de Marconi, ele se retratou e disse por escrito: “me equivoquei ao caluniar e injuriar o governador de Goiás”, “a acusação foi injusta” e que reconhecia publicamente que “o governador nunca participou de formação de quadrilha ou de qualquer crime por mim indicado erroneamente na postagem no Twitter”.

Diante da manifestação de Mauro Rubem, Marconi aceitou a retratação, que foi seguida por um acordo judicial: Mauro Rubem ainda terá de fazer uma doação de R$ 10 mil em remédios ao Hospital do Câncer e publicar a retratação, com destaque, na sua conta no Twitter.