Urbanização

Comurg alerta para descarte correto de animais mortos

Serviço realizado pela Companhia evita que carcaças de bichos de grandes e pequenos portes sejam descartados em locais impróprios


Juliana França
Do Mais Goiás | Em: 16/03/2018 às 16:16:29

A média atual é de 80 animais de pequeno e grande portes recolhidos durante o mês. (Foto: Prefeitura de Goiânia)
A média atual é de 80 animais de pequeno e grande portes recolhidos durante o mês. (Foto: Prefeitura de Goiânia)

O serviço de recolhimento de animais mortos em Goiânia é realizado pela Companhia de Urbanização (Comurg). O objetivo do serviço é evitar o descarte incorreto, principalmente de animais em terrenos baldios, boca de lobo ou mesmo em ruas, avenidas e córregos.

De acordo com dados da Comurg, atualmente, a média é de 80 animais de pequeno e grande portes recolhidos durante o mês. Em 2016, foram recolhidos 693 gratuitos e 56 particulares, enquanto que em 2017 foram 486 gratuitos e 124 particulares, indicando melhor conscientização dos donos. Ainda de acordo com levantamento nos três meses de 2018, os números já chegam a 110 gratuitos e 17 particulares.

O presidente da Comurg, Denes Pereira, entende que a população tem cooperado com a limpeza da cidade. “Isso se deve ao hábito do goianiense que tem mudado e a população tem cuidado melhor de seus animais, mas alguns ainda insistem em fazer descarte em locais impróprios”, afirmou.

Ele explicou que o descarte em locais indevidos é prejudicial aos moradores por se tratar de questão de um problema de saúde pública. Além disso, ao jogar animais mortos em terrenos baldios, o morador contribui para o aumento de moscas, ratos e baratas e mau cheiro. Denes lembrou também que esse tipo de ação é proibida e, se flagrado, o contribuinte poderá ser multado.

Serviço

Por determinação legal, a coleta e destinação final de animais mortos é de responsabilidade do dono. Caso o contribuinte queira que a Comurg recolha, é cobrada uma taxa de R$ 3,74 por quilo, sendo que o peso mínimo tem como base 10 quilos.

Entretanto, caso o munícipe decida levar a carcaça diretamente ao aterro sanitário, a taxa não é cobrada. Nos casos de descarte de animais falecidos em clínicas veterinárias, o recebimento dessas carcaças será gratuito, desde que os médicos veterinários estejam devidamente cadastrados na Prefeitura, e o transporte seja por conta da clínica.

É necessário também que apresentem no ato do descarte um termo de não recebimento de nenhum valor por parte do dono do animal falecido e apresentem uma declaração de que o animal morto não representa nenhum tipo de perigo relacionado à propagação de doenças para a população. O serviço de coleta é rápido e acontece em média até duas horas depois da ligação.

Quando necessário uma equipe da coleta de lixo hospitalar é enviada ao local para providenciar a remoção. Já em relação aos animais de grande porte, uma pá mecânica e um caminhão são usados para realizar a remoção e transporte dos bichos.

Todos os animais são encaminhados ao Aterro Sanitário de Goiânia. A coleta de animais mortos pode ser solicitada pelos números (62) 3524-8555/3410/3415 e ainda pelo Whatsapp (62) 98596-8555.