Compositor pede prisão preventiva de Wesley Safadão

"O mocinho aqui sou eu", afirma o compositor Jonas Alves

Compositor pede prisão preventiva de Wesley Safadão
Compositor pede prisão preventiva de Wesley Safadão

O compositor Jonas Alves entrou com uma ação na Justiça pedindo a prisão preventiva do cantor Wesley Safadão. O motivo? Um processo por plágio.

Sim! De acordo com Jonas, que já entrou com ação por danos morais e registrou boletim de ocorrência alegando crime contra a propriedade material, Safadão teria se apropriado ilegalmente da música Vaqueirinha Maltrata.

Sobre a medida tomada, o compositor disse à coluna Léo Dias, do Metrópoles, que “já aconteceu uma audiência de conciliação, mas o Wesley não colocou nenhuma proposta de acordo. Em seguida, ele fez uma contestação e uma defesa fajuta com mentiras”.

“O mocinho aqui sou eu, não ele. Quem está ganhando ilicitamente é ele. Safadão gravou uma música sem nenhuma autorização, eu acho que ele devia ter vergonha na cara. Em 2020, abri um processo contra o Wesley por crime de violação de direito autoral, que está previsto no art. 184 do Código Penal. Agora, fiz esta ocorrência na delegacia para seguir com o processo criminal. Eu fiz isso pra ele aprender a respeitar daqui pra frente os direitos de nós compositores. Esperei por um acordo dele no dia da audiência de conciliação. Ainda estou disposto a um acordo amigável, apesar de que amizade não existirá mais”, continuou ele, reiterando que o valor do total do processo é de R$ 4,7 milhões.

Wesley Safadão, até o momento, não se pronunciou.