Complexo viário da Jamel Cecílio será inaugurado em novembro, diz prefeitura

Estrutura conta com viaduto, já entregue; rotatória e trincheira da marginal Botafogo

Complexo Viário Jamel Cecílio terá três obras em uma e será entregue em novembro, em Goiânia
A estrutura do Complexo Viário Jamel Cecílio conta com o viaduto, já entregue, a rotatória e a trincheira da Botafogo (Foto: Seinfra)

A Prefeitura de Goiânia informou que o Complexo Viário Jamel Cecílio já está com 82% das obras concluídas e já deve ser entregue até o fim de novembro deste ano. Conforme a Secretaria de Infraestrutura Urbana de Goiânia (Seinfra), a estrutura conta com ‘três obras em uma’: o viaduto, a rotatória no nível da Alameda Leopoldo de Bulhões e a trincheira da Marginal Botafogo até a Avenida 2ª Radial.

A obra do viaduto foi entregue em dezembro de 2020. A Seinfra informou que a construção dispõe de 192 metros de comprimento e 282 no total, incluindo as duas rampas dos encabeçamentos, 13,8 metros de largura, duas pistas de 6,50 m, contendo quatro pistas de rolamento e guarda-rodas com 0,40 m. Já a rotatória do Complexo tem diâmetro interno de 27,9 m, e externo de 40,6 m.

A trincheira, por sua vez, na pista Sul/Norte tem 8,5 m e mais 8,5 m na pista Norte/Sul. “O canal conta com 10 metros de largura e 284 m de comprimento, com altura de 3 metros”, detalhou a pasta.

Complexo Viário Jamel Cecílio, em Goiânia (Foto: Seinfra)

Como fica o fluxo no Complexo Viário Jamel Cecílio

A Seinfra ressaltou que, com o elevado na avenida Deputado Jamel Cecílio, os motoristas chegam até a BR-153 e GO-020, já quem utiliza a Marginal Botafogo segue livre da Avenida Goiás Norte até a Avenida 2ª Radial.

“Com a rotatória, quem desce a Alameda Leopoldo de Bulhões terá acesso à BR-153, ao Setor Sul, Marginal Botafogo Norte/Sul ou pode retornar à própria Alameda”, destacou a Secretaria.

Obras do BRT

A Prefeitura de Goiânia tem investido pesado na questão da mobilidade na capital. Além do Complexo da Jamel Cecílio, A Seinfra e a Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) implementaram e, julho deste ano o plano de mobilidade para o Centro da capital devido ao avanço das obras do BRT Norte Sul.

Interditado desde o dia 24 de julho, o anel interno da Praça Cívica, no Centro de Goiânia, permanecerá fechado por 75 dias para a execução das obras. Serão construídos, no local, 1.240 metros lineares ou 15.500 m2 de pavimentação de corredor BRT e de vias para ônibus comum em pavimento de concreto, o que representa cerca de 3.500 m3 de concreto, que irão chegar ao local através de aproximadamente 500 caminhões carregados de concreto.