Confesou crime

Comerciante se entrega à polícia e confessa assassinato de casal

Ricardo de Oliveira alegou que uma das vítimas estaria fazendo fofoca e atrapalhando o relacionamento dele com a esposa


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 21/09/2017 às 13:14:53

(Foto: Mais Goiás)
(Foto: Mais Goiás)

Foi após uma das vítimas enviar fotos à sua esposa, segundo o empresário Ricardo de Oliveira Sousa Lobo, de 27 anos, que ele matou a tiros, no último domingo (17), no Jardim Primavera, em Goiânia, a contadora Camila Edna Silveira de Oliveira, de 28 anos, e o noivo dela Mário Silva de Moura, de 26 anos. O suspeito, que já estava com a prisão temporária decretada, se apresentou à polícia na noite desta quarta-feira (20).

Em depoimento prestado ao delegado Thiago Martiniano, adjunto da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), Ricardo de Oliveira disse que Camila, que é prima de sua esposa, vivia se intrometendo no relacionamento dele. A gota d’água, alegou o comerciante, foi uma foto que Camila teria enviado à sua esposa no domingo, onde ele aparecia com outras mulheres em uma festa.

“O Ricardo contou que ao mexer no celular da esposa e ver a foto, foi de carro, junto com a mulher e o filho, na casa da Camila para tirar satisfação, e que lá entrando a mulher se agarrou com ele, ocasião em que, imaginando que ela estivesse com uma faca, ele disparou, e matou não só a Camila, mas também o noivo dela. Essa versão, porém, precisa ser investigada”, relatou o delegado.

Apresentado à imprensa, o comerciante repetiu o que já havia declarado ao delegado, e afirmou que estava arrependido porque acabou com a família de sua esposa, e porque agora ficará longe do filho, que tem menos de dois anos. Ele disse também que andava armado porque é comerciante, e já teve a casa invadida por assaltantes.

Tópicos