Ousadia

Com uniforme dos Correios, bandidos levam R$ 20 mil e furgão de agência em Palmeiras de Goiás

Quatro trabalhadores estavam no local no momento da abordagem; ninguém ficou ferido. Van foi abandonada em trevo de acesso a Paraúna


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 09/08/2018 às 15:44:50

Van e uniformes foram abandonados pelos criminosos na saída para Paraúna (Foto: Reprodução/ Google Street View)
Van e uniformes foram abandonados pelos criminosos na saída para Paraúna (Foto: Reprodução/ Google Street View)

Uma agência dos Correios foi assaltada na manhã desta quinta-feira (9) em Palmeiras de Goiás, a 83 quilômetros de Goiânia. Segundo a Polícia Militar (PM), os assaltantes renderam os funcionários que estavam no local e levaram cerca de R$ 20 mil. O cálculo é dos colaboradores da agência. Ninguém ficou ferido.

Segundo o soldado Ricardo, da 25° Companhia da Polícia Militar, quatro funcionários estavam no local no momento do crime. Por volta das 7h40 da manhã, um dos colaboradores estava retirando um veículo da garagem da agência para ceder espaço a uma van dos correios. Foi quando dois bandidos chegaram armados e renderam as vítimas.

Ainda segundo o soldado, os funcionários relataram que os criminosos levaram malotes e dinheiro vivo. Na posse dos itens, a dupla se vestiu com uniformes da empresa e fugiu no furgão da companhia. O veículo foi abandonado no trevo que dá acesso a Paraúna. Segundo o PM, testemunhas afirmaram que os indivíduos trocaram de carro e fugiram em um VW Gol.

Até o momento ninguém foi preso. Por nota, a estatal declarou que não foram registrados danos à estrutura da agência e que os  prejuízos financeiros ainda não foram contabilizados os prejuízos materiais. Leia na íntegra:

A respeito do assalto contra uma unidade dos Correios no município de Palmeiras de Goiás-GO, ocorrido hoje, 9, a empresa esclarece que ninguém ficou ferido e não houve danos à agência. Ainda não foram apurados os prejuízos materiais.

Responsáveis pelos setores de Segurança e Administração dos Correios estão prestando à polícia todas as informações e apoio necessários à investigação do crime. A estatal informa ainda que está trabalhando em conjunto com a Polícia Federal e demais forças policiais envolvidas na investigação, não só para esclarecer a ocorrência, como para evitar que novos assaltos ocorram”.