Assistência Social

Com termômetros marcando 8,6º C, Prefeitura intensifica acolhimento de pessoas em situação de rua

Equipes estão atuando em todos os períodos e foram disponibilizadas 350 vagas para acolhimento. Secretaria também está recebendo doações de cobertores


Thais Lobo
Do Mais Goiás | Em: 19/07/2017 às 17:27:50

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na última madrugada, Goiânia registrou temperatura de 8,6º C, tempo considerado frio para uma cidade que registra média anual de cerca de 29º C. Diante disso, a Prefeitura de Goiânia, por meio do Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS) da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), intensifica a partir desta quarta-feira (19), o acolhimento de pessoas em situação de rua.

Com o efetivo de 25 pessoas, o grupo atuará nos períodos diurno e noturno. Além disso, a Semas está disponibilizando, em regime emergencial, 350 vagas para o acolhimento. Durante a intensificação da ação, os telefones de plantão do SEAS (62) 98414 8997 e (62) 3254-7389 estarão disponíveis para que a população possa denunciar ou mesmo solicitar equipe para atender as pessoas em situação de rua.

As pessoas em situação de rua podem aceitar o encaminhamento quando forem abordadas pelas equipes e também podem procurar espontaneamente uma das unidades da rede, como a Casa de Acolhida Cidadã ou Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), espaços com estruturas capazes de suprir às necessidades dos atendidos. Na Casa da Acolhida Cidadã, por exemplo, são oferecidas alimentação, higiene pessoal e pernoite com segurança, bem como atendimento psicossocial. Por sua vez, no Centro Pop, os atendidos contam com um amplo espaço, inclusive com salas de atendimento coletivo e individualizado. Nas duas unidades são disponibilizados atendimentos especializados, como contatos telefônicos com familiares, comunidades terapêuticas, abrigo e serviços da rede intersetorial e socioassistencial.

Segundo a titular da Semas, Márcia Carvalho, o trabalho de abordagem social é de orientação e conscientização para que as pessoas aceitem a ajuda do poder público e saiam da situação de rua. “O papel da Assistência Social não é retirar as pessoas à força da rua, que é um espaço público e pertence a todos. Nós fazemos a abordagem, sensibilização e encaminhamento, buscando inserir estas pessoas no sistema de direitos”, disse.

Além da abordagem, a Semas está recebendo doações de cobertores em três postos de arrecadação: no Centro Pop, no Setor Sul; na Casa da Acolhida, em Campinas; e na sede da Secretaria, no Setor Aeroporto. Confira os endereços:

Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop)
Endereço: Rua 10, número 494, Setor Sul

Casa da Acolhida Cidadã
Endereço: Rua Minas Gerais, n.º 839, Setor Campinas.

Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas)
Endereço: Rua 25-A esq. c/ Av. República do Líbano, Setor Aeroporto