Esporte

Com restrições, IAAF libera atletas russos a competirem como ‘neutros’

IAAF apresentou também um guia, em inglês e russo, com uma extensa lista de critérios


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo | Em: 03/01/2017 às 16:21:17


A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) anunciou nesta terça-feira (3) que permitirá a participação de atletas russos em competições internacionais, como “neutros”, desde que eles cumpram uma série de pré-requisitos. É a primeira vez que essa possibilidade é levantada desde a suspensão da federação russa de atletismo, a ARAF, em novembro de 2015.

Ao anunciar essa abertura, a IAAF apresentou também um guia, em inglês e russo, com uma extensa lista de critérios que os atletas que pleitearem participar de competições internacionais devem cumprir. A ARAF segue suspensa como federação e, consequentemente, nenhum atleta pode representar a Rússia em competições internacionais.

O principal dos critérios é que o atleta demonstre que ele não está diretamente implicado de qualquer forma com “o fracasso da ARAF em colocar em prática um adequado sistema de proteção dos atletas limpos”. Além disso, a IAAF lembra que recebeu uma lista de 200 atletas implicados no relatório do investigador canadense Richard McLaren.

Será ponderado se o atleta tem ou teve treinador, médico ou qualquer pessoa da equipe envolvida na violação das regras do doping; quantas amostras de doping ele colheu nos últimos anos; se em algum momento ficou sem ser testado; e se as amostras armazenadas estão sujeitas a novos testes.

Ainda segundo a IAAF, os atletas não precisam, necessariamente, terem sido testados fora da Rússia, mas devem ter feito parte de um programa de testes antidoping reconhecido, independente e completamente comprometido com o código mundial por um tempo longo o suficiente para assegurar objetivamente sua integridade.

Tópicos