SITUAÇÃO

Com morte de Maguito, Rogério assume como prefeito e cargo de vice fica vago

Próximo na linha sucessão é presidente da Câmara, Romário Policarpo; situação é a mesma do mandato passado, de Iris Rezende (MDB), que também não tinha vice


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 13/01/2021 às 14:02:02

Prefeito em exercício, vice Rogério Cruz, anunciou a composição do secretariado de Maguito (Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás)
Prefeito em exercício, vice Rogério Cruz, anunciou a composição do secretariado de Maguito (Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás)

Com a morte do prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), o vice prefeito Rogério Cruz (Republicanos), hoje já gestor em exercício, segue no cargo, assumindo o mandato oficialmente. “O vice em exercício no cargo de prefeito se torna prefeito, efetivamente, e o cargo de vice se torna vago. O presidente da Câmara é o próximo na linha sucessória”, explica o advogado eleitoral Bruno Pena.

Segundo ele, é a mesma situação do mandato passado, do prefeito Iris Rezende (MDB). “Como ele não tinha vice, este cargo ficava vago e havia um salto na linha de sucessão para o presidente da Câmara.”

Maguito faleceu na madruga desta quarta-feira (13) por complicações da Covid-19. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein desde 27 de outubro.

Câmara de Goiânia

Atualmente, o presidente da Câmara Municipal é Romário Policarpo (Patriota) – reeleito no começo do ano. Mais cedo, o vereador disse, em nota, que a morte de Maguito “é perda irreparável para a vida pública de Goiás e do Brasil. Maguito sempre será uma referência de cidadão: pai e avô amoroso e dedicado, amigo leal, político conciliador, administrador extremamente competente e perfeccionista”.

A Câmara de Goiânia também decretou luto oficial de 7 dias pela morte do prefeito licenciado da capital. “Os poderes Executivo e Legislativo estão definindo conjuntamente os procedimentos de efetivação do prefeito em exercício, Rogério Cruz (Republicanos), no cargo, que serão anunciados após o funeral do líder emedebista.”