Uh, na na

Com ‘Havana’, Camila Cabello sai como grande vencedora do VMA 2018

A premiação da MTV também celebrou Aretha Franklin, premiou a carreira de Jennifer Lopez e conseguiu trazer Madonna de volta ao evento após nove anos de ausência


Murillo Soares
Do Mais Goiás | Em: 21/08/2018 às 11:05:53

(Foto: Reprodução/Just Jared JR)
(Foto: Reprodução/Just Jared JR)

Aconteceu na noite desta segunda-feira (20) uma das mais tradicionais premiações da música pop: o Video Music Awards (mas você o conhece como VMA 2018). Neste ano, a cerimônia da MTV teve um tom latino e consagrou Camila Cabello como grande vencedora, que levou para casa a estatueta mais importante da noite: Vídeo do Ano, com o megahit Havana.

O astronauta de prata foi entregue pelas mãos de Madonna, que há nove anos não pisava no VMA. Cabello não poupou elogios à rainha do pop e, com as mãos tremendo, garantiu que jamais se esqueceria daquele momento. “Você me inspira tanto e, por isso, este é um momento surreal”, disse, pouco antes de fazer seus agradecimentos.

Vale citar que a cantora cubana ganhou também o prêmio de Artista do Ano… e protagonizou (mesmo sem querer) um dos momentos mais comentados da noite. Ao apresentar um prêmio, a humorista Tifanny Hadish disse o seguinte: “Camila Cabello foi indicada em cinco categorias esta noite e, pra vocês que estão em casa… oi, Fifth Harmony!”.

Vanguard Awards

A grande homenageada, entretanto, foi Jennifer Lopez. Reafirmando o “tom latino” do primeiro parágrafo, Jennifer Lopez ganhou o MTV Vanguard Awards, que consagra carreiras memoráveis da música pop. Britney Spears, Michael Jackson, David Bowie e Rihanna são alguns dos nomes que já ganharam esta estatueta.

Em uma performance que misturou vários hits de sua carreira, ela abriu com Waiting For Tonight (tema de muitas festinhas dos anos 2000) – com uma letra bem simbólica, não é mesmo? Depois, a cantora já emendou com On The Floor, seu maior sucesso até então.

Com muita dança e mais ou menos dez minutos de performance, ela emendou ainda Dance AgainI Ain’t Your Mama e os clássicos, Jenny From The BlockLove Don’t Cost a Thing e Get Right. Nada muito complicado para J-Lo, que faz uma residência de shows em Las Vegas.

De uma rainha para a outra

Pouco antes de entregar a Camila Cabello seu astronauta de prata, Madonna fez uma breve homenagem a Aretha Franklin. A Rainha do Soul Music nos deixou na última quinta-feira (16), mas deixou também um legado eterno na música. E quem reconheceu isso foi a própria Rainha do Pop.

“Ela me trouxe para onde estou”, disse Madonna. “E ela influenciou tantas pessoas. Eu quero te agradecer Aretha por ter nos empoderado. Todas nós. Descanse em paz. Vida longa à rainha!”, completou.

Perfomances e mais performances

Apesar das entregas de prêmios e das shades que aparecem aqui e ali, as pessoas gostam de assistir ao VMA pelas performances musicais. Pois muito que bem, este ano a premiação teve seus pontos altos neste quesito.

A começar por Ariana Grande, que recriou a Santa Ceia com aproximadamente 50 dançarinas para cantar God is a Woman

No fim, ela terminou a apresentação de mãos dadas com sua mãe, sua tia e sua avó. Momento fofo da noite.

Maluma também deu as caras por lá (mais uma vez, “tom latino”) para uma performance de Felices Los 4. Apesar de entregar uma boa apresentação, o que chamou a atenção dos telespectadores foi o beijo roubado de uma de suas dançarinas. No Villa Mix Goiânia isso não aconteceu!

Quem também arrancou suspiros foi Shawn Mendes, que cantou seu single In My Blood. O cantor canadense se apresentou como de costume, de pé, tocando guitarra, mas encomendou uma chuva para o fim da performance. Vou deixar as imagens falaram por si só:

Mais uma vez: no Villa Mix Goiânia isso não aconteceu!

Voltando…

Nicki Minaj também se apresentou no VMA 2018 e, ela pode ter até reclamado da baixa divulgação e das vendas aquém do esperado, mas as músicas estavam na boca do povo. Em uma performance muito bem recebida pelo público, ela cantou – com sangue nos olhos – um medley de MajestyBarbie DreamsFEFE.

Rolou ainda um pedacinho de Ganja Burn, com uma nítida ênfase no verso: “pelo menos posso dizer que escrevi todo verbo que eu cuspo”. Nicki pareceu bem satisfeita com as reações do público. Talvez isso a faça perdoar o Spotify.

Confira a lista de ganhadores do VMA 2018:

Clipe do ano
Camila Cabello ft. Young Thug – “Havana”

Artista do ano
Camila Cabello

Música do ano
Post Malone ft. 21 Savage – “rockstar”

Artista revelação
Cardi B

Melhor colaboração
Jennifer Lopez ft. DJ Khaled & Cardi B – “Dinero”

Melhor pop
Ariana Grande – “No Tears Left to Cry”

Melhor hip-hop
Nicki Minaj – “Chun-Li”

Melhor latino
J Balvin, Willy William – “Mi Gente”

Melhor dance
Avicii ft. Rita Ora – “Lonely Together”

Melhor rock
Imagine Dragons – “Whatever It Takes”

Melhor vídeo com mensagem
Childish Gambino – “This Is America”

Melhor fotografia
The Carters – “APES**T” – Benoit Debie

Melhor direção
Childish Gambino – “This Is America” – Hiro Murai

Melhor direção de arte
The Carters – “APES**T” – Jan Houlevigue

Melhores efeitos visuais
Kendrick Lamar & SZA – “All The Stars”

Melhor coreografia
Childish Gambino – “This Is America”

Melhor edição
N.E.R.D & Rihanna – “Lemon”