Do Mais Goiás

Com fusão de DEM e PSL, Caiado vai liderar o novo partido em Goiás, diz Lívio Luciano

Onde houver governador, ele será o líder do novo partido afirma o presidente do DEM em Goiânia

Com fusão entre DEM e PSL, Caiado vai liderar o novo partido, diz Lívio Luciano
Com fusão entre DEM e PSL, Caiado vai liderar o novo partido, diz Lívio Luciano (Foto: Reprodução - Facebook)

O presidente do DEM em Goiânia, Lívio Luciano, disse que se confirmar a fusão com o PSL, onde houver governador ele será o líder do novo partido no Estado. Desta forma, a nova sigla seria comandada por Ronaldo Caiado (DEM) em Goiás.

Ainda segundo ele, na esfera nacional a junção está bem adiantada, uma vez que os presidentes do DEM e PSL, ACM Neto e Luciano Bivar, estão alinhados. Nos Estados onde há governador, a situação também está mais fácil. “Ou seja, em Goiás não temos problema. Caiado irá comandar”, reforça.

Contudo, Lívio diz que em outros locais ainda há debates. “Alguns Estados estão tendo dificuldade, mas no dia 21, quando terá uma reunião das executivas, haverá uma definição, com todos os ajustes”, acredita.

Benefícios da fusão do DEM e PSL

Segundo Lívio, a fusão vai implicar em um crescimento não só no fundo partidário, mas também no tempo de TV – se tornando o maior. Ele lembra que o PSL tem 53 deputados federais, enquanto o DEM, 28. Esses números são critérios para esses benefícios às siglas.

“Alguns deputados tendem a sair com a fusão – uma vez que a janela é automática nesses casos -, mas a cota do fundo e o tempo de TV são baseados no número de eleitos, não importa quem saiu depois.”

Questionado se essa junção será tendência em outras siglas, ele diz que muitos pensam nisso, mas sem citar nomes. Segundo ele, contudo, a execução é difícil.

Lívio lembra, inclusive, que o Progressitas quase participou da fusão com DEM e PSL. “Mas três ficou complicado”, relata.