TER UM AMIGO

Com Fátima Bernardes e Maju Coutinho, Criança Esperança vai ter shows virtuais

Haverá participações de Pedro Bial, Serginho Groisman, Ana Maria Braga, Luis Roberto, Tiago Leifert, Jessica Ellen e Luciano Huck


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 18/08/2020 às 15:50:21


A 35ª edição do Criança Esperança vai contar com uma série de novidades. A primeira edição do evento sem Renato Aragão, 85, que se desligou da Globo recentemente, vai contar com vários apresentadores. Entre os nomes que vão comandar a festa estão Fátima Bernardes, Luis Roberto, Tiago Leifert, Jessica Ellen, Luciano Huck e Maju Coutinho.

Além disso, haverá a participação especial de Pedro Bial, Serginho Groisman e Ana Maria Braga.

O show do Criança Esperança, que é o carro-chefe da programação do evento beneficente, está programado para acontecer no dia 28 de setembro, apresentado direto dos Estúdios Globo. Já os números musicais ocorrerão à distância, apesar de as atrações ainda não terem sido divulgadas.

Antes, no final de semana dos dias 26 e 27, ocorrerão os Mesões da Esperança, em que famosos atendem às ligações dos populares que querem fazer doações. No entanto, neste ano eles não se aglomerarão em um único estúdio para fazer isso, já que os mesões serão em formato virtual.

A emissora promete que também haverá no Criança Esperança reflexões sobre temas relevantes para a sociedade, como a mulher no contexto da pandemia. Já o telespectador será convidado a compartilhar vídeos de esperança, que ficarão hospedados em uma plataforma digital e serão mostrados ao longo da programação.

Criança Esperança

Criança Esperança é uma campanha nacional de mobilização social que busca a conscientização em prol dos direitos da criança e do adolescente, promovida pela Globo, inicialmente em parceria com a UNICEF e atualmente com a UNESCO.

O projeto é uma das mais bem-sucedidas marcas relacionadas a programas sociais dirigidos às crianças carentes em todo o mundo. Anualmente, são realizados os shows que incentivam as doações feitas pelos telespectadores e por várias instituições.

Renato Aragão

Renato Aragão encerrou no dia 30 de junho, o contrato de 44 anos com a TV Globo. Criador de Didi Mocó, de Os Trapalhões, o humorista foi mais um dos profissionais veteranos ligados ao entretenimento que não teve continuidade no acordo com a emissora. A informação é do colunista Maurício Stycer, do UOL. “É uma nova etapa. Não paro nunca, sempre trabalhando”, declarou o ator.

Marco Pigossi se envergonha de ‘Fina Estampa’: “Devia ser proibida”

The Voice Brasil terá edição só para pessoas com mais de 60 anos