Do Mais Goiás

Com escoltas, PM promove fim dos bloqueios em rodovias goianas

Nos mais de 50 pontos de concentração do Estado, 420 veículos deixaram os locais em segurança. Governo afirma que Comitê de acompanhamento da situação permanecerá ativo

Forças policiais goianas realizaram operação de desmobilização dos 52 pontos de manifestação da greve dos caminhoneiros em rodovias estaduais na quarta-feira (30). O serviço, baseado na escolta de motoristas que desejavam deixar os locais em segurança, culminou no acompanhamento de 420 veículos carregados com combustível, medicamentos, animais vivos e gás de cozinha.

A operação teve início na segunda (28), após deliberação do Gabinete de Monitoramento da Paralisação do Transporte Rodoviário de Cargas (GMPTC), coordenado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). Segundo o órgão, duas linhas telefônicas foram disponibilizadas para que motoristas e empresas solicitassem escoltas e denunciassem crimes relacionados ao movimento.

Irapuã divulgou atividades da SSP na desmobilização (Foto: reprodução/SSP)

A Região Sul do Estado foi a primeira a ser liberada. Ainda na manhã de quarta-feira (30), cerca de 200 caminhões deixaram o movimento na GO-239, na entrada de Caldas Novas. Durante anúncio realizado pelo Estado na noite de quarta, o titular da pasta Irapuã da Costa Júnior afirmou que o serviço foi conduzido segundo peculiaridades de cada ponto. “O trabalho foi feito de acordo com a necessidade de cada região”.

Mesmo após o anúncio da dissolução dos pontos de concentração, o governo afirma que continuará com as ações de monitoramento de Saúde, Abastecimento e Divisas nos próximos dias. Solicitação de escoltas podem ser feitas pelo (62) 3201-6101, pelo e-mail [email protected] ou nos comandos regionais da PM. O disque denúncia também continua em funcionamento por meio do número (62) 3201-2052.