Ainda dá

Com dois gols de Fred, Goiás bate a Chape e ganha sobrevida na Série A

O Goiás diminui para três pontos diferença para primeiro fora da degola e chega vivo na última rodada





//

O Goiás segue vivo na luta contra o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Em jogo de extrema importância para o time, no qual só a vitória interessava, o Esmeraldino venceu por 3 a 1 e respirou aliviado pelo menos até a próxima rodada. Fred (duas vezes) e Erik fizeram os gols dos goianos, enquanto Túlio de Melo diminuiu para a Chape.

Com a vitória, o Goiás quebrou uma sequência de três jogos sem vencer e chegou aos 38 pontos, permanecendo na vice-lanterna da competição, mas ainda com chances de escapar da degola. A Chapecoense, por sua vez, estacionou nos 47 pontos e caiu para a 14ª posição, ultrapassada pelo Fluminense.

Na próxima rodada, a última do Brasileirão, a Chapecoense apenas cumpre tabela contra o Atlético-MG, no domingo, às 17h (de Brasília), no Mineirão. O Goiás, por outro lado, joga pela permanência na Série A diante do São Paulo, no mesmo dia e horário, no Serra Dourada.

O JOGO

A partida começou truncada em Chapecó, com muita disputa no meio de campo. Jogando pela permanência na Série A do Campeonato Brasileiro, o Goiás tinha mais iniciativa e buscava o ataque a todo o momento. O Esmeraldino quase abriu o placar na marca de 11 minutos. Rafael Forster cobrou falta da esquerda, Alex Alves subiu e cabeceou para fora.

A resposta da Chapecoense veio somente aos 25 minutos, com Camilo. O meia do Verdão do Oeste arriscou chute de fora da área e obrigou Renan a fazer grande defesa. Na sequência, o Goiás teve um pênalti. Bruno Henrique foi puxado por Maranhão dentro da área e o árbitro marcou a penalidade máxima. Erik bateu com categoria, deslocando o goleiro e abrindo o placar.

Mesmo após o gol, os goianos continuaram no ataque e foram premiados com o segundo. Fred cobrou falta com perfeição, no ângulo de Nivaldo, e ampliou o marcador. Este foi o quinto gol do zagueiro no Brasileirão.

Com a vantagem no placar, o Goiás se fechou na defesa e ficou a espera de um contra-ataque para praticamente matar o jogo. A Chapecoense tentou aproveitar o recuo do adversário, mas tinha dificuldades na criação de jogadas. Os donos da casa conseguiram levar perigo em um lance de bola parada. Cleber Santana cobrou falta colocada e Renan pulou no canto esquerdo para fazer a defesa.

Mal o segundo tempo começou e a Chapecoense já diminuiu. Cleber Santana cobrou falta da intermediária e Túlio de Melo testou com firmeza para fazer o primeiro dos donos da casa. O gol animou os jogadores do Verdão, que partiram para cima do adversário. Apodi foi bastante acionado pela direita, tendo sua velocidade explorada.

O Goiás não se abalou com a pressão inicial da Chape e manteve a postura da primeira etapa. Aos sete minutos, Ygor por pouco não faz o terceiro. O volante recebeu passe de Erik e arriscou da meia-lua, assustando o goleiro Nivaldo. A bola tirou tinta da trave.

A Chape tinha mais presença no campo de ataque, porém o Goiás levava mais perigo. Aos 12 minutos, Liniker desperdiçou grande chance de marcar o terceiro, após pegar sobra de bola dentro da área e mandar para fora.

O jogo permaneceu equilibrado. A Chapecoense ficava mais com a bola e buscava o empate, enquanto o Goiás, com três volantes em campo, se fechava na defesa e esperava uma oportunidade para armar o contragolpe e marcar o terceiro, que não demorou a sair. Aos 32, Fred cobrou outra falta com categoria e fez seu segundo gol no jogo, o terceiro do Esmeraldino.

A vantagem de dois gols de diferença deu tranquilidade ao Goiás, que apenas administrou o resultado e conquistou uma importante vitória fora de casa, que deixa a equipe viva na briga contra o rebaixamento.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 X 3 GOIÁS

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 29 de novembro de 2015, domingo
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Rogério Pablo Zanardo (SP) e Vicente Romano Neto (SP)
Cartões amarelos: Maranhão, Apodi, Cleber Santana, Vilson e Dener Assunção (Chapecoense); Ygor, Liniker e Patrick (Goiás)

GOLS
Chapecoense: Túlio de Melo, a 1 min do segundo tempo;
Goiás: Erik, aos 28 min do primeiro tempo; Fred, aos 32 min do primeiro tempo e aos 32 min do segundo tempo

CHAPECOENSE: Nivaldo, Apodi, Vilson, Thiego e Dener Assunção; Gil (Nenén), Cleber Santana e Camilo; Maranhão (Wiliam Barbio), Ananias e Túlio de Melo
Técnico: Guto Ferreira

GOIÁS: Renan; Gimenez (Gelson), Fred, Alex Alves e Rafael Forster; Ygor, Patrick, William Kozlowski (Deivid Duarte) e Liniker (Juliano); Erik e Bruno Henrique
Técnico: Danny Sérgio

(Da Gazeta)

Tópicos