Entretenimento

Com desempenho do ‘Queen’ abaixo do esperado, Nicki Minaj critica Spotify e Travis Scott

Segundo ela, a plataforma de streaming boicotou a divulgação do disco para lhe "ensinar uma lição"; e disse que o rapper conseguiu bons números de vendas por aliar sua música à sua marca de roupas


Murillo Soares

Do Mais Goiás | Em: 20/08/2018 às 10:20:19


(Foto: Reprodução/YouTube)
(Foto: Reprodução/YouTube)

Nicki Minaj é uma artista que não costuma ter papas na língua, sobretudo quando ativa seu modo pistola. E foi mais ou menos o que aconteceu neste domingo (19). A rapper usou sua conta no Twitter para desabafar sobre os números de seu disco, Queen, lançado no último dia 10, que ficaram abaixo do esperado.

A rapper esperava que Queen aparecesse no topo da Billboard Hot 200, mas o disco conseguiu o segundo lugar. A medalha de ouro foi para Astroworld, de Travis Scott. “Eu coloquei meu sangue e lágrimas escrevendo um álbum só para Travis Scott ter Kylie Jenner postando para as pessoas irem à turnê verem ela e Stormi (filha do casal). Estou rindo muito!”, publicou ela no Twitter.

As críticas a Scott continuaram. Segundo Minaj, o rapper só conseguiu seus bons números porque – além da divulgação da namorada com mais de 113 milhões de seguidores no Intagram – aliou as vendas de seu disco com sua marca de roupas. “Travis vendeu 200K em sua primeira semana junto com sua coleção de roupas sozinho. Falei com ele ontem à noite e ele disse que está vendendo roupas com música”, escreveu Nicki.

Segundo ela, a Billboard confirmou que revisará as regras e a contagem de números para fazer seu ranking semanal. “Isso deve ser mudado agora!”, pontuou.

Abaixa que vem tiro, Spotify!

Sobrou até pro Spotify nessa metralhadora de tweets de Nicki Minaj. Conforme contou na rede social, a plataforma de streaming disse que lhe “ensinaria uma lição” e não promoveu seu disco da mesma forma que o fez com outros artistas (como Drake, por exemplo, que teve seu rosto em todas as playlists para a divulgação do Scorpion).

“(O Spotify) disse que eles teriam que me ensinar uma lição porque eu liberei meu álbum 10 minutos antes no Queen Radio (projeto da cantora com o principal concorrente da plataforma, o Apple Music). Mesmo que eles estejam dando minha música de graça há anos e eu sendo uma das melhores artistas do Spotify de todos os tempos”, escreveu Minaj.

“O Spotify teve que me ensinar uma lição, mas recompensou um rapper que teve um programa de rádio pela Apple por mais tempo”, continuou as alfinetadas, referindo-se a Drake. “Minha música subiu na Apple, então eu toquei. Eu presumi que também já estava no Spotify e Tidal ao mesmo tempo”, completou.

De qualquer forma, Queen, de Nicki Minaj, continua disponível em todas as plataformas de streaming: