Eleições 2016

Com 461 nomes para prefeituras, base aliada possui 250 candidatos a mais que a oposição

PMDB não disputará eleições em 14 dos 20 municípios da Região Metropolitana da Capital. No Entorno do DF, governo terá 54 aliados no páreo contra 24 opositores



(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A disputa pelas prefeituras dos 246 municípios goianos conta nesse ano com 672 candidatos. Desses, 461 compõem a base aliada do governo, ou seja, os governistas saíram na frente com 250 concorrentes a mais que os partidos opositores. O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), partido do governador Marconi Perillo e do vice-governador José Eliton, é o recordista de candidaturas nas eleições de 2016 no Estado, com 137 registros no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Com apenas ​211 nomes, partidos ​opositores ​como o PMDB e DEM​, entre outros,​ deixaram de apresentar candidaturas próprias em municípios integrantes dos principais colégios eleitorais do Estado. Na Grande Goiânia, por exemplo, os peemedebistas não concorrerão diretamente em municípios como Senador Canedo, Goianira, Inhumas e Nerópolis. Dos 20 municípios, somente em seis a principal sigla adversária do governo terá candidato.

Já no Entorno do Distrito Federal, a base governista contará com 54 aliados no páreo contra 24 opositores. O PMDB e DEM, por exemplo, não registraram candidaturas em cidades desse, que é o segundo maior colégio eleitoral do Estado. Abadiânia, Corumbá de Goiás, Cristalina, Luziânia, Novo Gama e Padre Bernardo são alguns desses municípios.

Em alguns municípios pode haver pequenas alterações quanto ao número de candidatos, já que todas as candidaturas ainda precisam de deferimento do TRE. É o caso de cidades em que o mesmo partido realizou dois registros no órgão.