Parou

Com 2 meses de salários atrasados, jogadores do Vila ameaçam greve

Grupo de atletas não irão se concentrar para partida contra JEC e sinalizam não viajar para enfrentar o Boa Esporte, caso ordenados não sejam quitados




A crise financeira no Vila Nova parece não ter fim. Informação do repórter Vinícius Tondolo, da Rádio 730, é de que jogadores do Vila decidiram não vão se concentrar para o jogo de sexta-feira contra o Joinville-SC, no Serra Dourada. 

A insafistação do grupo de atletas são os 2 meses de salários atrasados e a falta de comunicação com a diretoria do Vila Nova que não se pronuncia e nem dá satisfação quanto aos acertos.

A crise pode se estender ainda mais com uma possível greve. Os líderes do grupo não descartam uma paralisação – fato semelhante que houve na Série D – e nem viajar para Varginha, para próxima partida contra o Boa Esporte-MG.

O Vila Nova amarga a penúltima posição na Série B e dificilmente irá escapar do rebaixamento. O time precisa vencer pelo menos 8 das últimas 10 partidas para sonhar com a permanência na Segunda Divisão. Para o jogo de sexta-feira, a diretoria do Vila colocou ingresso a R$ 2 nas arquibancadas e cadeiras. A expectativa é de casa cheia e pressão para cima dos catarinenses.