Projeto ‘Circo Mínimo 33 anos’ une circo e poesia para falar de diversidade

O projeto apresenta três peças de circo-teatro, em formato virtual e gratuito

Projeto 'Circo Mínimo 33 anos' une circo e poesia para falar de diversidade
Projeto 'Circo Mínimo 33 anos' une circo e poesia para falar de diversidade (Foto: Divulgação)

Se você é fã de circo e poesia, temos uma boa sugestão! Com 13 sessões gratuitas, o projeto Circulação Circo Mínimo 33 anos, do premiado trapezista, diretor e ator Rodrigo Matheus, estreia no dia 26 de agosto, em formato virtual para todo o Brasil.

O objetivo do projeto é marcar a trajetória da companhia do ator, a Cia Circo Mínimo, apresentando três espetáculos de circo-teatro, sendo Circo de VersosSimbad, o Navegante e a peça de rua Quixote.

As exibições acontecem de 26 a 29 de agosto, e posteriormente, nos dias 3, 4 e 5, 10, 11 e 12, 17, 18 e 19 de setembro, sempre às 20h, a partir de plataformas virtuais de coletivos artísticos ou espaços culturais parceiros (links ao fim da matéria).

As peças são recheadas de carga afetiva, baseadas em poemas de Adélia Prado, Carlos Drummond de Andrade e Paulo Leminski, falando sobre a diversidade e apresentando 9 artistas circenses de diferentes regiões brasileiras, que levam para os espetáculos suas técnicas e estéticas distintas.

Entre eles, estão o cearense João Osmar (trapézio e contorção), a bailarina carioca Mariana Duarte (pole-dance e estafa suspensa), o mineiro Matheus Mendonça (estafa aérea e acrobacia) e a poeta e artista visual transgênere catarinense, mestra em teatro Vulcanica Pokaropa (Bambolês).

Além disso, também marcam presença os palhaços Alexandre RoitGiulia Coopper e Pedro Levy.

Sobre as peças apresentadas no “Circulação Circo Mínimo 33 anos”

Circo de Versos – Circo e poesia para falar de diversidade

Voltado para o público jovem do Circo Mínimo 33 anos, este é o mais novo trabalho da companhia, dirigido por Rodrigo Matheus.

O título aponta um trocadilho em “versos”, que aponta para a diversidade que sempre esteve presente no circo brasileiro, mesmo que de forma velada e invisibilizada.

Estruturado no formato de cabaré, onde os artistas apresentam um número na sequência do outro, o público poderá acompanhar cada artista interpretando seu poema escolhido (com tradução em Libras).

Entre os poemas estão textos de Eduardo GaleanoAdélia PradoCarlos Drummond de AndradePaulo LeminskiAnne SextonVulcanica Pokaropa e Fernando Pessoa, entre outros.

Simbad – palhaços e estruturas de bambu recriam a lenda do marinheiro

O Circo Mínimo 33 anos apresenta um premiado espetáculo para as crianças, mas que sempre encanta toda a família, tem direção de Carla Candiotto e incentiva a imaginação dos pequenos, ao usar pedaços de bambu para representar penhascos, barcos, aves, serpentes e muito mais.

À frente do palco, dois palhaços disputam espaço para contar uma das histórias mais conhecidas da obra As Mil e Uma Noites. A peça ganhou uma série de importantes reconhecimentos do teatro infantil desde 2015.

Assim, os palhaços compartilham as aventuras do marujo Simbad, aventureiro que desbravou os mares em busca de riquezas e desafios.

A lenda, que já teve adaptações para o teatro e cinema (em formato de animação e live-action), ganhou uma premiadíssima adaptação do Circo Mínimo.

Quixote – com um gari e um morador de rua

Partindo da conhecida história de Dom Quixote, o diretor Alexandre Roit idealizou uma versão para a rua, reduzindo a complexa estrutura original e adaptando para apenas dois personagens: um gari e um morador de rua.

Longe de buscar soluções para problemas sociais, são apontadas possibilidades dramáticas e de conflitos entre o espírito livre de um Quixote, representado pelo nosso “cidadão em situação de risco”.

O Sancho é enquadrado nas rígidas normas de conduta social, aqui encarnado pelo gari. Entre os objetos de cena destaca-se um tambor de lixo que, fazendo as vezes dos baús de bugigangas, reúne os demais apetrechos manipulados ao longo da montagem.

Programação Circo Mínimo 33 anos

Dias 26 e 27 de agosto, 20h, no Facebook e Youtube do Circo Mínimo.

Dias 28 de de agosto, às 19h, no Facebook do Grupo Palombar

Dia 04/09, Franca – 20h – Facebook do Espaço Nulo

Dia 11/09, Jundiaí – 20h – Facebook e Youtube Ponto de Cultura Coisarada

Leia também: