Do Mais Goiás

Cidade Sombria: Goiânia terá evento de literatura noir nos dias 12 e 13 de abril

Com entrada gratuita, o evento promete discutir o conceito de noir na literatura. Haverá também um concurso literário para jovens escritores da capital

O evento literário Cidade Sombria: Goiânia e Literatura Noir será realizado nos dias 12 e 13 de abril, na Vila Cultural Cora Coralina, no centro de Goiânia, com entrada gratuita. A proposta é discutir literatura e o conceito de noir, com palestra dos escritores de renome nacional Flávio Carneiro (RJ) e Paulo Scott (RS), ambos premiados autores que se aventuram pela literatura noir, e dos goianos Adérito Schneider e Márcio da Paixão Jr. Evento imperdível para quem gosta de histórias de mistério, crimes, detetives e muito mais.

Cidade Sombria” é um projeto idealizado pelo jornalista, roteirista e professor universitário Adérito Schneider e produzido pelas produtoras Ideia de Girino e MMArte Produções. O ponto de partida é uma série de leituras e reflexões sobre o conceito de noir. Assim, o evento pretende discutir a historicidade da literatura policial desde o século XIX até o presente, considerando as especificidades deste “gênero” literário no Brasil.

“Um dos objetivos é que os participantes possam, não apenas discutir noir” (leia-se literatura, cinema, quadrinhos, etc), mas também prepararem-se para a escrita de contos inéditos do gênero noir, ambientados em Goiânia”, explica o idealizador do projeto.

Estes contos, poderão ser publicados no livro Cidade Sombria, já que no evento, será realizado também o lançamento de um concurso literário. O projeto está sendo realizado pelas produtoras “Ideia de Girino” e “MMarte Produções”, com o apoio cultural do Fundo Estadual de Cultura do Estado de Goiás.

E por que realizar um projeto sobre “noir” na capital goiana? “Muitos não sabem, mas o primeiro romance policial “noir” da história da literatura brasileira é a obra ‘Parada Proibida’, do repórter policial Carlos de Souza, escrito em 1967 e publicado em 1972, pela extinta editora goianiense Oriente.

A história é ambientada na cidade de Goiânia, que é onde o autor exercia suas atividades jornalísticas”, comenta Adérito Schneider. Por isso, mais do que apoiar-se na tradição do gênero mais popular da literatura, a proposta é buscar uma releitura da própria cidade através de contos.

Concurso e Obra Literária

Cidade Sombria conta também com um concurso literário voltado para escritores goianos (nascidos e/ou radicados em Goiás), com seleção de contos inéditos de narrativas noir ambientadas emGoiânia. Além de premiação em dinheiro (mil reais), os vencedores terão seus trabalhos publicados na antologia Cidade Sombria, que reunirá mais de 20 autores goianos, entre escritores consagrados, amadores e iniciantes, como Ademir Luiz, BarianiOrtêncioEdival Lourenço, Jamesson Buarque, Luis Maldonalle, Pablo KossaValdivino Braz e outros

Para mais informações sobre o projeto “Cidade Sombria”, basta acessar o site (www.cidadesombria.com) – que, aliás, conta com ilustrações de Júlio Shimamoto, um dos maiores nomes das histórias em quadrinhos no Brasil.

Serviço

Cidade Sombria: Goiânia e Literatura Noir

Data:12 e 13 de abril

Local: Vila Cultural Cora Coralina –  Rua 3, s/n – St. Central, Goiânia – GO

Entrada Gratuita