Do Mais Goiás

Ciclovia que liga Trindade a Abadia passa por obras de recuperação

Segundo presidente da Goinfra, a obra é uma demanda antiga da região e possui orçamento de R$ 709,8 mil

A Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) autorizou, nesta terça-feira, a realização das obras de recuperação da ciclovia da GO-469. A ciclovia liga os municípios de Trindade e Abadia de Goiás, e era motivo de reclamação entre moradores e ciclistas por conta da falta de sinalização e erosões na pista.

Segundo a Goinfra, serão executados serviços de reparos ao longo de todo o percurso, a fim de adequar a circulação de bicicletas. “Atendemos o pedido de lideranças e ciclistas que tanto almejavam uma ciclovia em boas condições de uso”, reforça o presidente da Goinfra, Pedro Sales.

Em manifestação realizada em agosto do ano passado, cerca de 70 ciclistas pedalaram em protesto contra as más condições da ciclovia. “Pedimos há anos a reconstrução, mas até hoje não tivemos reposta. A situação está precária e já causou muitos acidentes”, disse um dos manifestantes na ocasião.

Dentre as queixas, alguns ciclistas alegam a falta de segurança para transitar no local durante a noite, pela falta sinalização e iluminação. Segundo a agência, a segurança é responsabilidade da Polícia Militar e que foram realizados serviços de limpeza e remendos profundos e superficiais na pista, dentre outros.

A recuperação conta com um orçamento de R$ 709,8 mil, atendido pelo Governo de Goiás. De acordo com a Goinfra, o órgão pretende, futuramente, implementar novas ciclovias às margens de rodovias estaduais. Mas ainda não há estudos sobre o assunto.

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, aponta que o investimento em ciclovias pode resultar na redução de gastos com saúde pública, poluição e congestionamentos, e que, a longo prazo reduziria também os índices de mortalidade por todas as causas.