Revoltada

Chip da Claro “come” os créditos de celular e cliente quebra loja com machado

A mulher foi até a loja autorizada da Claro e informou sobre um problema de recarga em seu chip.





//

Uma cliente da empresa Claro ficou revoltada e fora de controle por causa de problemas no chip do seu celular e com um machado quebrou as instalações de uma loja representante da telefonia. O caso aconteceu no início da tarde desta terça-feira (7/07) na Rua Hermenegildo de Morais, no centro da cidade de Morrinhos, a cerca de 132 quilômetros de Goiânia.

Segundo relatos de uma funcionária da loja à Polícia Militar (PM), a mulher teria comprado um aparelho celular de uma outra pessoa e o chip acabou apresentado problemas. A mulher foi até a loja autorizada da Claro e informou sobre um problema de recarga em seu chip.

Segundo ela, o chip não estava aceitando os créditos. Uma outra funcionária da loja ajudou a mulher a colocar créditos no aparelho. Logo após, a mulher foi embora para sua casa. Mas pouco tempo depois, ela retornou com mais duas pessoas e disse que o chip havia “comido” os seus créditos.

De acordo com um áudio gravado por uma funcionária e enviado ao MAIS GOIÁS, a cliente chegou na loja já com um machado na mão. Ela entrou na loja, disse que os créditos sumiram. A mulher então se dirigiu até os computadores e desferiu vários golpes nos aparelhos – que ficaram destruídos.

Uma equipe da Polícia Militar que estava próximo ao local, ouviu os gritos de socorro e ao chegar na loja encontrou a mulher totalmente descontrolada. Após várias tentativas, os militares conseguiram controlar a mulher e tomar o machado que estava em suas mãos.

Após a confusão, a mulher foi encaminhada para a delegacia da cidade onde foi autuada em flagrante. Ninguém da loja ficou ferido.