Meta

“Chegaremos a 2018 entre os Estados mais competitivos do País”, diz Marconi

Em reunião de governança, governador reiterou compromisso com as metas de competitividade de Goiás




Em reunião de governança do Programa Goiás Mais Competitivo realizada na manhã desta terça-feira (4) na Sala de Situações do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Marconi Perillo voltou a mostrar confiança e afirmou que Goiás vai chegar a 2018 como um dos estados mais competitivos do País. “Falo isso com base na análise executiva dos resultados estratégicos que conseguimos até aqui”, salientou o goverandor.

Marconi analisou o Ranking de Competitividade dos Estados divulgado no último mês pelo Centro de Liderança Pública (CPL), em que Goiás perdeu duas posições, e disse que este indicador não representa os esforços atuais do governo para o avanço da competitividade, já que está baseado em informações de 2014 e início de 2015. Disse também que os indicadores atuais, de 2016, são bem melhores e já coloca Goiás numa perspectiva alvissareira no posicionamento do ranking.

Desde o fim de 2015, Goiás mantém o Programa Goiás Mais Competitivo, com o objetivo de implementar uma agenda estratégica de atuação governamental, pautada em indicadores de gestão que auxiliam o governo na melhoria da qualidade de vida, da competitividade econômica e da eficiência da gestão pública. A meta é chegar a 2018 entre os estados mais competitivos do País.

“Este desempenho captado pelo ranking do CLP representa dados de 2014 e de parte de 2015, quando ainda não tínhamos o Goiás Mais Competitivo estruturado. Também coincidem com o período em antecipamos algumas medidas diante da crise econômica que se aproximava. Com o programa em execução, acreditamos que ganharemos posições em 2017 e chegaremos a 2018 entre os Estados mais competitivos do País”, observou.