COMÉRCIO

“Chega de histeria”, diz herdeiro da Smart Fit sobre ações contra coronavírus

“Fim dos exageros. Chega de histeria. Chega de lock down. O remédio não pode ser pior que a doença”, diz Diogo Corona

Economia

Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás | Em: 25/03/2020 às 17:41:59


Diogo Corona, diretor-executivo da rede de academias Smart Fit, um dos maiores grupos empresariais do Brasil, publicou no Instagram mensagem em que protesta contra medidas restritivas que visam à impedir o avanço do coronavírus. “Fim dos exageros. Chega de histeria. Chega de lock down. O remédio não pode ser pior que a doença”. O post está nos stories dele desde as 14 horas, aproximadamente. 

A bio do perfil de Diogo no LinkedIn diz que o empresário é diretor executivo da Smart Fit desde 2016. Informa também que ele é responsável pela gestão de todas as unidades no Brasil, México, Peru, Colômbia, Chile e República Dominicana. Diogo é filho de Edgard Corona, fundador do grupo que controla a rede. 

O diretor-executivo da Smart Fit se soma a outros empresários de projeção no Estado e no País que fizeram críticas duras ao fechamento do comércio nos últimos dias. Em Goiás, vale mencionar Juliano Carrilho, um dos sócios do bar Bahrem e do restaurante Serena Steak. Também no Instagram, Juliano disse na última terça: “Estou muito triste com o que vamos passar, imagine os inúmeros funcionários que vamos demitir, e mais ainda: as mensagens de vários outros pedindo o que comer. Parabéns, governador. O senhor quebrou o Estado”. 

Madero

Posição semelhante adotou nas redes sociais o empresário Júnior Durski, dono dos restaurantes da rede Madero. afirmou em um vídeo publicado na sua conta do Instagram que o país não pode parar “por cinco ou sete mil mortes”. Para ele, “pior é o que já acontece no país”. Durski afirmou que os danos econômicos serão maiores do que as mortes que o vírus pode causar.

Tópicos