GRAVAÇÃO

Chefe diz a servidora que ela foi exonerada por não se filiar ao DEM, em Jussara

Eva Inácia da Silva Dutra, a servidora afastada, permitiu a divulgação de seu nome e garantiu que áudios são, realmente, de Itamar Caiado, o Coca, e Helenilza Maria de Jesus Oliveira

vini testePolítica

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 09/04/2020 às 17:43:54

Eva Inácia da Silva Dutra, a servidora afastada (Foto: Reprodução)
Eva Inácia da Silva Dutra, a servidora afastada (Foto: Reprodução)

Circula pelas redes um áudio em que uma servidora da limpeza da Educação, em Jussara, é exonerada por não ter se filiado ao DEM, supostamente a pedido do vereador Itamar Caiado, o Coca (MDB). Em uma conversa por telefone, que foi gravada, a profissional aparece questionando Helenilza Maria de Jesus Oliveira, coordenadora de Educação, Cultura e Esporte da cidade. “Eu não exonerei você não. É o grupo”, responde a voz que é atribuída à funcionária da prefeitura.

Eva Inácia da Silva Dutra, a servidora afastada, permitiu a divulgação de seu nome e garantiu que os áudios são, realmente, de Itamar Caiado, o Coca, e Helenilza Maria de Jesus Oliveira. Segundo ela, quando disse que iria se candidatar, a dupla ligou para ela e pediu que ela se filiasse ao DEM. Mesmo quando ela desistiu de disputar, eles continuaram insistindo. “Acho que para ser laranja do partido, não sei. Mas eu me recusei, disse que queria ficar neutra.” Segundo ela, por isso a exoneraram no dia 1o de abril.

Conversas gravadas

Durante a conversa, por diversas vezes, Helenilza pergunta se a funcionária já resolveu filiar ao DEM, no que ela responde: “Eu estou neutra, tô fora, não quero me candidatar mais.” Em outro trecho, a subsecretária afirma: “Ficar neutra para nós, não serve.”

Vale destacar que, em áudio anterior, a mesma funcionária conversa com um homem chamado de Coca. “Tem como você filiar ao DEM?” Em resposta, a funcionária diz mais uma vez que quer ficar neutra e o homem, que é indicado como Coca nos áudios, continua: “Deixa eu te contar, você não vai levar a mal. Se você não puder desfiliar [do PTC], seu contrato vai ser encerrado.”

Vale destacar que em uma das gravações, a servidora da limpeza diz que checou e que não está filiada a nenhum partido. Mais tarde, em outro áudio, aquele que seria Coca afirma, sobre as gravações envolvendo seu nome, que não existe acordo desse tipo no DEM. Segundo ele, o partido expulsa qualquer um que agir de forma comprovadamente irregular.

Contatos

O Mais Goiás tentou contato com Helenilza telefone final 5662 e pelo e-mail da Coordenação de Educação, Cultura e Esporte de Jussara. Até o fechamento da matéria não houve retorno.

Itamar Caiado também foi procurado pelo telefone final 6839, mas não atendeu. O número disponibilizado pela Câmara de Jussara só chama. O espaço permanece aberto para que os envolvidos possam se manifestar.

No áudio também é citado Arthur Junqueira (DEM), pré-candidato a prefeitura da cidade, como do grupo de Coca e e Helenilza. Apesar de não haver fala dele nos áudios gravados, o Mais Goiás tenta contato.