ATUALIZAÇÃO

Casos confirmados de Covid-19 sobem para 159; mortes podem chegar a oito

Mortes acontecerma em Goiânia, Luziânia, Goiandira e Pires do Rio, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde

vini testeCidades

Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 08/04/2020 às 18:06:39

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O número de casos confirmados de Covid-19 subiu para 159 em Goiás, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). O novo boletim diz que sete mortes foram causadas pela doença provocada pelo novo coronavírus, das quais quatro em Goiânia. Entretanto, a Secretaria de Saúde da Capital diz que não são quatro, mas cinco a quantidade de mortes provocadas por Covid-19 na cidade.

Se o dado da Secretaria de Saúde de Goiânia estiver correto, o número de óbitos em todo o Estado chegará a oito, em vez de sete.

Pela planilha da Secretaria Estadual, há em Goiás 3.121 casos em investigação e outros 1.340 já foram descartados. Os casos confirmados estão nas cidades de Águas Lindas de Goiás (1), Anápolis (12), Aparecida de Goiânia (1), Bela Vista de Goiás (1), Bom Jesus de Goiás (1), Campestre (1), Catalão (1), Cidade Ocidental (2), Goiandira (1)*, Goianésia (7), Goiânia (85)*, Goiatuba (1), Guapó (1), Itumbiara (3), Jataí (4), Luziânia (6)*, Montividiu (1), Nova Glória (1), Nova Veneza (1), Paranaiguara (1), Pires do Rio (1)*, Rio Verde (9), São Luís dos Montes Belos (2), Senador Canedo (1), Silvânia (1), Trindade (2), Valparaíso de Goiás (6) e Vianópolis (1). Outros quatro aguardam a confirmação da cidade.

Dos casos confirmados, dez estão com pacientes internados em rede privada. Ainda há 68 casos suspeitos de Covid-19 de pessoas que estão internadas. Destas, 42 estão em rede pública e 26 em hospitais particulares.

Mortes

Sete mortes foram confirmadas em Goiás pela SES. Destas, foram (1) em Goiandira, (4) em Goiânia, (1) em Luziânia e (1) em Pires do Rio. Entre as vítimas fatais, estão Arnaldo Barbosa Lima, de 62 anos. Ele era cunhado do ex-senador Demóstenes Torres. Outra morte registrada é de  Adelita Ribeiro da Silva, de 38 anos. Ela era técnica em enfermagem e morreu no Hospital do Coração. Ela trabalhava no Hemolabor e no Cais Novo Mundo.

Os demais mortos são um idoso de 87 anos, morador da capital, e da idosa de 66 anos, moradora de Luziânia. Também é registrado como vítima fatal um idoso, de 73 anos, em Goiandira e um outra morte em Pires do Rio. Esta última estava sendo acompanhada pela Secretaria Municipal de Saúde da cidade, mas não teve sem sexo ou idade divulgada. Apesar disso, o número pode chegar a oito, pois, somente em Goiânia, cinco óbitos foram confirmados pela SMS.

Outras seis mortes estão suspeitos em investigação, sendo (1) em Araçu, (1) em Bonfinópolis, (1) Edealina, (1) em Hidrolândia, (1) em Itapaci e (1) em São Francisco de Goiás.

Outros 16 mortes foram descartadas sendo (1) em Águas Lindas de Goiás, (1) em Bela Vista de Goiás, (1) em Caldas Novas, (6) em Goiânia, (1) em Inhumas, (1) em Iporá, (1) em Luziânia, (1) em Mineiros, (1) em São Luís dos Montes Belos, (1) em Senador Canedo e (1) em Valparaíso de Goiás.

Em todo o Brasil, já foram registrados 800 mortes e quase 16 mil casos, de acordo com o Ministério da Saúde (MS).