Do Mais Goiás

Caso Lázaro: 20 policiais da Força Nacional vão auxiliar nas buscas em Edilândia

Caçada já está no 9º dia. Cerca de 200 policiais atuam na força-tarefa

Cerca de 20 policiais da Força Nacional devem se juntar aos mais de 200 agentes que atuam na força-tarefa para encontrar Lázaro. (Foto: divulgação)Cerca de 20 policiais da Força Nacional devem se juntar aos mais de 200 agentes que atuam na força-tarefa para encontrar Lázaro. (Foto: divulgação)
Cerca de 20 policiais da Força Nacional devem se juntar aos mais de 200 agentes que atuam na força-tarefa para encontrar Lázaro. (Foto: divulgação)

Cerca de 20 policiais da Força Nacional devem se juntar aos mais de 200 agentes que atuam na força-tarefa para encontrar Lázaro Barbosa Sousa, suspeito de ser o autor da chacina contra uma família no Distrito Federal (DF). A informação foi divulgada pelo secretário de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO), Rodney Miranda, em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (17).

Durante a coletiva, o secretário disse que recebeu ligação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, oferecendo as equipes da Força Nacional.

“Estao chegando para ajudar. Já estamos com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com as unidades táticas da SSP do DF e Goiás e vamos continuar com as buscas”, garantiu.

A caçada pelo suspeito continua nesta quinta-feira (17), 9º dia de buscas ao homem. Em pouco mais de uma semana, Lázaro é suspeito de matar cinco pessoas, furtar um carro, balear quatro pessoas, entre elas um policial militar, invadir propriedades e fazer moradores reféns.