Do Mais Goiás

Casal gay que sofreu ameaças por causa de casamento tem a loja furtada em Anápolis

Desde o início do mês de maio, Rafael e Saulo sofrem ameaças

Desde o início do mês de maio, os empresários e digitais influencers Saulo Rodrigues e Rafael Ferreira viraram alvo de ameças nas redes sociais - Casal gay que sofreu ameaças por causa de casamento tem a loja furtada em Anápolis
Casal gay que sofreu ameaças por causa de casamento tem a loja furtada em Anápolis (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)

Os empresários e digital influencers Saulo Rodrigues e Rafael Ferreira tornaram-se alvo de ameaças nas redes sociais desde que decidiram se casar, em Anápolis. Além da violência verbal reincidente, que começou em maio, o casal teve a loja toda furtada na quinta-feira (4). O prejuízo chega a R$ 55 mil.

Saulo e Rafael deixaram de divulgar as ameaças que sofreram neste mês porque agora o caso está sob investigação da polícia. O Mais Goiás trouxe a situação dos dois à tona no dia 10 de maio. No último dia 24, a chave do quarto deles foi furtada. “Uma pessoa entrou na nossa residência e roubou a chave do nosso quarto. No dia, o celular da loja estava na casa, mas essa pessoa não levou nada além da chave. Acho que foi um modo de nos deixar com medo”, conta Saulo.

Apesar das agressões, o casal não desistiu de ter uma festa que celebrasse a união. Mas realizar o sonho ficou mais difícil porque, nesta quinta-feira, bandidos abriram o buraco na parede do estabelecimento comercial deles e levaram toda mercadoria que havia na loja. Como aquela é a fonte de renda do casal, eles agora não sabem se o casamento acontecerá. “Estamos tentando recomeçar. O nosso padrinho criou uma vaquinha on-line, e nósestamos fazendo uma rifa. Nós queremos apenas paz, só isso”.

O acontecimento ganhou repercussão e uma loja parceira dos empresário chegou a colocar um arco de balões brancos e escreveram “paz” na porta do estabelecimento. O digital influencer diz que a Polícia Civil investiga o caso.

Casal gay que sofreu ameaças por causa de casamento tem a loja furtada em Anápolis

Casal gay que sofreu ameaças por causa de casamento tem a loja furtada em Anápolis (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)

Rafael e Saulo, casal que se tornou alvo de ameaças (Foto: Arquivo pessoal)

Rafael e Saulo, casal que se tornou alvo de ameaças (Foto: Arquivo pessoal)

Relembre o caso

O linchamento virtual parte de perfis falsos, como o que se intitula “morte Saulo e Rafael”. Por causa das ameaças, o dono do salão em que a cerimônia de casamento iria acontecer cancelou o contrato. Empresas que patrocinariam o evento também desistiram da parceria.

A primeira ameaça foi presencial. Um homem entrou na loja do casal e disse que atiraria nos dois. Os ataques no mundo virtual são igualmente brutais. Uma das mensagens, postada por um perfil anônimo, dizia: “Vocês acham que é bonito, seus ridículos. Vocês vão morrer. Vocês são uma vergonha para a sociedade, seus gays nojentos”.

Pessoa anônima cria perfil para ameaçar casal homoafetivo que iria se casar em Anápolis (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Pessoa anônima cria perfil para ameaçar casal homoafetivo que iria se casar em Anápolis (Foto: Reprodução/Redes Sociais)Pessoa anônima cria perfil para ameaçar casal homoafetivo que iria se casar em Anápolis (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

As mensagens ainda dizem que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tinha razão ao criticar a união homoafetiva. “Bolsonaro tem razão, tinha que eliminar esses viadinhos malditos. Isso é falta de porrada na cara. Se vocês não desistir do casamento, vocês vão ver”, finaliza.