Ataques à Advocacia

Casa de advogado é alvo de atentado a tiros em Pires do Rio

Caso acontece menos de um mês depois de atentado a bomba que vitimou advogado em Goiânia




Menos de um mês após o atentado a bomba ocorrido contra um advogado em seu escritório, no Setor Marista, em Goiânia, outro profissional da advocacia foi vítima de um atentado na madrugada desta quarta-feira (10/8) em Pires do Rio. Segundo a Polícia Civil, foram feitos entre três a seis disparos contra a casa da vítima, mas ninguém se feriu.

O delegado Igor Carvalho Carneiro acompanha o caso e diz que já ouviu o advogado, que não teve sua identidade divulgada. “Nós estamos fazendo as primeiras diligências. Já ouvi o advogado pessoalmente e requisitei o comparecimento da perícia”, afirma.

Até o momento, a Polícia Civil não descarta nenhuma linha de investigação, mas Carneiro ressalta que a própria vítima acredita que o atentado tenha relação com suas atividades profissionais. “Nós ainda não temos nenhum suspeito e não acreditamos que o ataque tenha ocorrido contra sua integridade. Achamos que os tiros foram efetuados contra a casa como forma de ameaçá-lo”, pondera o delegado.

Ataques ao Poder Judiciário

O atentado em Pires do Rio é o terceiro registrado em Goiás em menos de um mês contra o Poder Judiciário. No dia 15 de julho, o advogado Walmir Cunha foi alvo de um atentado a bomba em seu escritório. Ele deu detalhes sobre o fato e sobre seu processo de readaptação em entrevista coletiva nesta quarta-feira (10/8), na sede da seccional goiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO).

Também nesta quarta, o Fórum da cidade de Goiatuba, a cerca de 175 km de Goiânia, foi incendiado por homens encapuzados. Eles renderam o segurança e atearam fogo no prédio. Até o momento, ninguém foi preso.