Do Mais Goiás

Capacidade de coleta de sangue do Hemocentro aumenta de 190 para 360 por dia

Reforma custou R$ 9,3 milhões; estrutura atende 216 unidades públicas, filantrópicas e privadas de saúde

Governador Ronaldo Caiado (DEM) inaugura nova estrutura física do Hemocentro (Foto: Governo do Estado)
Governador Ronaldo Caiado (DEM) inaugura nova estrutura física do Hemocentro (Foto: Governo do Estado)

O governo do Estado investiu R$ 9,3 milhões para ampliar a capacidade de coleta de sangue do Hemocentro, que saiu de 190 para 360 por dia. A nova estrutura física foi inaugurada nesta terça-feira (1º) pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) e continuará a atender 216 unidades públicas, filantrópicas e privadas de saúde.

A área construída foi triplicada: passou de 1.995 para 5.750 metros quadrados, com projeto de paisagismo e ambientação com obras de arte espalhadas por todos os andares. “Na verdade, é uma nova estrutura, não dá nem pra falar que é uma reforma. Ampliamos em 65% a capacidade geral”, disse o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino.

O Governo de Goiás também instalou o dobro de poltronas para a captação de material biológico: 12 novas para a coleta de sangue convencional, e outras quatro para coleta e separação de plaquetas.

No Laboratório de Análises Clínicas, a Secretaria de Saúde instalou mais um equipamento de automação. A SES diz que o investimento vai ampliar a segurança na tipagem sanguínea do doador. A obra foi realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), instituição que faz a gestão da unidade de saúde.

O Hemocentro Coordenador é referência em atendimento às doenças hematológicas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como hemofilia, doença de Von Willebrand, deficiência do fator VII, Fator V Layden, doença de Gaucher e três tipos de anemia, inclusive a falciforme. Também presta assistência farmacêutica e entrega medicamentos de alto custo, oriundos do Ministério da Saúde, para os pacientes hemofílicos e de doença de Von Willebrand.

O local oferece tratamento de fisioterapia, psicologia, enfermagem, serviço social, odontologia e nutrição. Possui também a Unidade de Atendimento Dia, que realiza procedimentos como infusão de medicamentos, tais como fatores de coagulação, de imiglucerase, noripurum e imunoglobulina humana, além de sangria terapêutica e transfusão sanguínea. Ao todo, são oito leitos, divididos em três masculinos, três femininos e dois de atendimento pediátrico, além de quatro poltronas para a infusão de medicamentos.