Jessica Santos
Do Mais Goiás

Cantor goiano morre de Covid um dia após perder mulher grávida para a doença

O artista morreu sem saber da morte da esposa, que estava no sétimo mês de gestação. O filho do casal também não resistiu

O cantor goiano André Junio morreu em decorrência da Covid-19, no Hospital Santa Maria, na sexta-feira (19). (Foto: reprodução)
O cantor goiano André Junio morreu em decorrência da Covid-19, no Hospital Santa Maria, na sexta-feira (19). (Foto: reprodução)

O cantor goiano André Junio morreu em decorrência da Covid-19, no Hospital Santa Maria, na sexta-feira (19). O artista foi a óbito um dia após perder a esposa grávida de 7 meses também por conta da doença. O bebê do casal, que se chamaria Joaquim, não resistiu à Cesárea.

André Junio foi internado juntamente com a esposa na unidade de saúde, no dia 8 de fevereiro. A esposa, técnica de enfermagem Tammy Ferreira, morreu na última quinta-feira (17). No mesmo dia, o artista foi intubado após apresentar piora no quadro clínico. Ele foi a óbito sem saber da morte da companheira e do filho.

O artista tinha 34 anos e cantava na Banda Leave há 6 anos. Ainda não há detalhes sobre o horário e o local do sepultamento.

Nas redes sociais, a Banda Leave lamentou o falecimento de André. “Estamos sem chão […] estamos todos sem palavras diante de tal situação. Que Deus possa receber você, sua esposa Tammy Nayara e o pequeno Joaquim na glória eterna. Doí …machuca… Serão dias chorando e uma equipe totalmente desolada diante de uma situação tão delicada . Levaremos para sempre você em nossos corações, meu irmão… Não será fácil!!!”, lê-se na publicação.

Foto: reprodução

Morte da esposa

Antes de morrer, o cantor já havia perdido a esposa e o filho. A técnica de enfermagem Thammy Ferreira, de 34 anos, não resistiu às complicações causadas pela Covid e foi a óbito na quinta-feira (17), um dia antes do marido.

A mulher estava no 7º mês de gestação. Os médicos tentaram realizar uma cesárea para salvar o bebê, mas ele não resistiu.

Pelas redes sociais, o Conselho Regional de Enfermagem de Goiás (Coren-GO) lamentou a morte da profissional.

Veja a nota divulgada:

“O Conselho Regional de Enfermagem de Goiás, manifesta pesar pela morte da Técnica de Enfermagem Thamy Ferreira, vítima da Covid 19. A profissional trabalhava no Hospital de Queimaduras e estava grávida de 07 meses. Nossas condolências a família e amigos. A categoria está de luto pela perda desta profissional.”