LUTO NO NORDESTE

Cantor Genival Lacerda morre aos 89 anos, vítima da covid-19

Quem confirmou o falecimento do artista foi o próprio filho do cantor. "Painho faleceu", publicou ele no Instagram


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 07/01/2021 às 08:43:48

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Genival Lacerda, 89 anos, morreu por conta das complicações da covid-19 na manhã desta quinta-feira (6). O cantor estava internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) de um hospital de Recife desde o dia 30 de novembro, respirando com a ajuda de aparelhos.

Quem confirmou o falecimento do artista foi o próprio filho do cantor, Genival Lacerda Filho. “Painho faleceu”, publicou ele em seus stories do Instagram.

Genival Lacerda Filho informa os seguidores sobre a morte do cantor Genival Lacerda (Foto: Reprodução / Instagram)

No dia 16 de dezembro, o estado de saúde de Genival já era considerado gravíssimo. “Conforme boletim médico, o quadro clínico teve uma piora, sendo considerado gravíssimo, com comprometimento do pulmão devido a infecção”, disse a assessoria.

Na última terça-feira (5), o artista continuava em estado grave no Hospital Unimed 1, na Ilha do Leite. “No 33° dia de ventilação mecânica, em uso de drogas vasoativas. Não há perspectiva de alta e ele está sendo medicado com antibióticos”, lê-se no boletim.

Em maio do ano passado, antes de contrair Covid-19, Genival Lacerda sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e ficou internado por três dias. O cantor tinha mais de 60 anos de carreira. Dentre seus principais sucessos estão “Severina Xique Xique“, “De quem é esse jegue?” e “Radinho de Pilha“.

Carreira

Na década de 50, Genival Lacerda foi morar em Pernambuco e, em 1955, gravou seu primeiro disco, obtendo sucesso com a faixa Coco de 56. Em 1964, incentivado por seu cunhado Jackson do Pandeiro, foi para o Rio de Janeiro, onde trabalhou em casas de forró e chegou a gravar um LP.

Contudo, o sucesso só chegou mesmo em 1975, com a música Severina Xique-Xique, cujo verso “ele tá de olho é na butique dela” tornou-se o mais popular do compositor. Graças a essa composição de sua autoria e João Gonçalves, Genival Lacerda vendeu cerca de 800 mil cópias.