FolhaPress

Candidatos à Prefeitura de Porto Alegre votam na capital gaúcha

Na pesquisa Ibope divulgada no último sábado, Manuela aparecia com 51% de intenção dos votos válidos contra 49% de Melo

Candidatos à Prefeitura de Porto Alegre votam na capital gaúcha
Candidatos à Prefeitura de Porto Alegre votam na capital gaúcha

Os candidatos à prefeitura de Porto Alegre, Manuela D’Ávila (PCdoB) e Sebastião Melo (MDB), votaram neste domingo (29) de segundo turno, na capital gaúcha.

Na pesquisa Ibope divulgada no último sábado, Manuela aparecia com 51% de intenção dos votos válidos contra 49% de Melo. Uma pesquisa falsa atribuída ao Datafolha chegou a circular na capital gaúcha, dando vantagem para Melo. O Datafolha não realizou tal pesquisa.

Manuela D’Ávila (PCdoB) votou por volta das 10h, acompanhada da filha, Laura, e do marido, o músico Duca Leindecker, no colégio Santa Inês, no bairro Petrópolis, na zona norte da cidade. Miguel Rossetto (PT), seu vice, também estava no local.

Para evitar aglomeração dentro da seção de votação, Manuela entrou na sala apenas com a filha. A imprensa aguardou do lado de fora.

“Hoje a gente encerra uma campanha que foi marcada por muita violência política, por muita mentira. Mentira distribuída, primeiro, no submundo da internet e depois no mundo oficial, como vocês viram cos caminhões de som, e mesmo ontem com a distribuição de uma pesquisa falsa”, disse Manuela na saída.

“Nossa cidade vai construir um caminho novo , inspirado na verdade. Para que possamos olhar para nossos filhos e dizer que mentir não compensa”, disse a candidata.

Sebastião Melo (MDB) votou por volta das 13h, no Colégio Paraíba, no bairro Aberta dos Morros, na zona sul de Porto Alegre. Melo estava acompanhado da esposa, Valéria. O deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS) e o deputado estadual Tenente-coronel Zucco (PSL-RS) acompanharam Melo.

“Cumpri meu dever”, disse Melo, após acompanhar o voto do seu vice, Ricardo Gomes (DEM), e também do seu filho e esposa. “Quero aproveitar para apelar aos que não votaram para se dirigirem às suas urnas porque, afinal de contas, os protocolos do TRE são muito seguros. É muito importante que cada um ajude o destino da cidade”, disse.