Campanha educativa é lançada para combater queimadas em Goiás

Iniciativa tem caráter educativo e informativo sobre prevenção e combate aos danos causados pelas queimadas


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 09/08/2019 às 19:50:26

Foto: Divulgação/CBMGO
Foto: Divulgação/CBMGO

Na última quinta-feira (8) foi lançada a campanha Não Queime a Natureza. A inciativa, do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), tem caráter educativo e informativo sobre prevenção e combate aos danos causados pelas queimadas.

O material é composto por 10 spots. Segundo o órgão, a mídia eleita para a divulgação da campanha foi o rádio, por ter maior cobertura e atingir tanto moradores da zona urbana quanto rural. O conteúdo será encaminhado a todos os promotores que atuam no âmbito de meio ambiente e também às emissoras de rádio de Goiânia e do interior.

Os temas abordados serão:

– Aceiros
– Alternativas ao uso do fogo
– Áreas protegidas
– Cerrado
– Foco de incêndio
– Lixo residencial
– Qualidade do ar
– Queimada controlada
– Queimada é crime
– Voluntário do Corpo de Bombeiros.

Neste ano já foram atendidas mais de 4.628 ocorrências relativas a queimadas em todo o Estado, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Os principais focos de incêndio são matagais e lotes baldios.

“Verificamos um aumento das queimadas em relação ao ano anterior, contudo, é importante destacar a sazonalidade destas ocorrências, que estão ligadas, sobretudo, a este período do ano. Por isso, a importância de redobrar os cuidados preventivos”, pondera o tenente-coronel Thiago Dias Coelho, que é coordenador-geral da operação Cerrado Vivo do Corpo de Bombeiros Militares de Goiás (CBMGO). Segundo o bombeiro, o tempo seco é o que propicia que o fogo se alastre.

De acordo com o MP, em relação às unidades de conservação foram registradas queimadas nas proximidades do Parque Altamiro de Moura Pacheco, Serra das Areias, Terra Ronca e nas proximidades da Serra de Caldas. “Apesar de terem sido combatidos imediatamente, poderiam ter causado graves danos ambientais”, informa o órgão. Por isso,  estão sendo construídos aceiros em volta do Parque Altamiro. Eles são faixas de terra ao longo de divisas, cercas e áreas de vegetação que previnem a passagem do fogo.

*Com informações do MP-GO

 

Tópicos