Trânsito

Caminhoneiro desrespeitou preferência em acidente que matou passageiros de ônibus em Goiânia

Laudo da perícia aponta imprudência de motorista do caminhão e que não havia placa de pare na Rua Presidente Tyler. Acidente entre caminhão e ônibus ocorreu no último 8/8


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 22/08/2019 às 09:43:53

Acidente deixou duas pessoas mortas no Jardim Presidente (Foto: Fábio Alves)
Acidente deixou duas pessoas mortas no Jardim Presidente (Foto: Fábio Alves)

A Polícia Técnico-Científica concluiu o laudo do acidente de trânsito entre um caminhão e um ônibus que matou dois passageiros, no Jardim Presidente, em Goiânia, no dia 8 de agosto. De acordo com os peritos, os dois veículos trafegavam em velocidade acima do permitido e o acidente foi causado pelo caminhão, que não respeitou a preferência no cruzamento.

O caminhão estava a 62 km/h e freou antes de colidir com o ônibus, que trafegava a 50 km/h. A velocidade máxima permitida no trecho é de 40 km/h. O laudo aponta que não havia sinalização vertical (placa de pare) e que a sinalização horizontal (pintura na via) estava desbotada na Rua Presidente Tyler, por onde o caminhão trafegava no momento do acidente.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

Os tacógrafos do caminhão e do ônibus foram recolhidos e analisados pelos peritos, que analisaram os dados e identificaram a dinâmica do acidente. A causa determinante apontada foi a ação do motorista do caminhão, que não respeitou a prioridade do veículo que vinha pela outra via do cruzamento.

O episódio resultou em duas vítimas fatais, Antônio Rosa Batista (69 anos) e Igor Mota (29 anos), e em outras 14 com lesões, nove das quais precisaram ser hospitalizadas em Goiânia. O laudo será entregue à Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito (DICT) para compor o inquérito policial.