Declarações

Câmara pode aprovar apoio institucional ao tenente que interagiu com torcida

Votação pode ocorrer nesta quarta-feira (21). Goiás elogiou conduta do PM e protocolou pedido de reconsideração ao procedimento instaurado contra o tenente na corregedoria da corporação


Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 21/11/2018 às 13:27:20

(Foto: divulgação/Câmara)
(Foto: divulgação/Câmara)

Depois de ter sido elogiado pelo apresentador Danilo Gentili, do SBT, o policial militar (PM) César Salustiano, famoso depois da viralização de imagens em que ele pula e canta junto da torcida esmeraldina no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, está recebendo mais declarações de apoio. Na terça-feira (20), por exemplo, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo (MDB), apresentou requerimento de Moção de Confiança em aprovação à conduta do tenente, que pelo referido comportamento tornou-se alvo de um procedimento disciplinar na corporação.

Agora, a proposta, que deverá ser votada nesta quarta-feira (21), precisa receber votação favorável da maioria simples – mais de 50% – dos parlamentares da casa. A moção, instrumento de apreço ou repúdio do Legislativo a iniciativas do poder público, caso aprovada, será encaminhada à Secretaria de Segurança Pública (SSP), ao comando-geral da PM e ao governador como documento oficial da Câmara para demostrar respaldo à atitude desempenhada pelo policial na “contenção de ânimos” da torcida durante a recepção da delegação do Goiás.

(Reprodução/Twitter)

O documento, como explica Andrey, inclusive, poderá constar na ficha funcional do agente, como reconhecimento ao “bom trabalho”. “É um apoio institucional ao PM, que num momento de dificuldade, deixou aflorar a criatividade e demonstrou, com um gesto prático – o de pular – uma sintonia com a torcida, colaborando para que os ânimos fossem acalmados e fazendo com que o cordão de isolamento tivesse efetividade”. Para ele, a ação permitiu o desembarque tranquilo dos jogadores e manteve a segurança no local. “Foi um exemplo de humanização do trabalho da PM, que só engrandece a corporação ao aproximá-la da sociedade”, completa.

Goiás

Além do eventual apoio do Poder Legislativo, o policial também é elogiado pelo Goiás Esporte Clube em uma publicação ocorrida também na terça no perfil oficial do clube no Facebook. No texto, a equipe ressaltou a quantidade de torcedores em detrimento do número de policiais, bem como elogiou o episódio. “É disso que o futebol precisa. É disso que mundo precisa”. Ainda, o clube formalizou um “pedido de reconsideração” do procedimento instaurado contra o tenente na corregedoria da PM (veja abaixo).

Em entrevista ao Mais Goiás, o presidente do Goiás, Marcelo Almeida, reforçou o apoio, embora tenha afirmado entender a “rigidez” da ética policial. “A PM tem e deve ter, de fato, seus rigores e suas regras. Respeitamos isso. Porém, a minha opinião e a do clube, é de que o policial utilizou da inteligência para conter a multidão. Como leigo, acho que ele fez um enfrentamento demonstrando alegria. Aquilo, por si só, já promoveu passividade entre os torcedores. A energia da massa foi anulada pela energia dele, sem a necessidade de uso da força”.

O posicionamento também foi reforçado pelo time no Facebook

Este portal aguarda nova manifestação da Polícia Militar sobre o assunto.