Salário

Câmara mantém veto de Paulo Garcia ao pagamento da data-base retroativa

Com o quórum de 33 vereadores na Casa, 20 votaram por manter o veto e 13 contra.




Na sessão plenária realizada, na manhã desta terça-feira (3/03), na Câmara Municipal de Goiânia, a maioria dos vereadores votou a favor da continuidade do veto do prefeito Paulo Garcia (PT) ao Projeto de Lei 528/14, que diz respeito ao pagamento da data-base retroativa – reposição salarial – de todos os servidores da Prefeitura de Goiânia.

Com o quórum de 33 vereadores na Casa, 20 votaram a favor da manutenção do veto e 13 contra. Agora, prevalece o projeto que prevê o pagamento universal da data-base, mas sem retroatividade.  A votação foi acompanhada por dezenas de servidores que lotaram a galeria da Câmara.

Veja abaixo quem votou a favor do veto

Antônio Uchôa (PSL)
Carlos Soares (PT)
Cida Garcêz (SDD)
Clécio Alves (PMDB)
Célia Valadão (PMDB)
Deivison Costa (PTdoB)
Denício Trindade (PMDB)
Edson Automóveis (PMN)
Fábio Caixeta (PMN)
Felizberto Tavares (Sem partido)
Izídio Alves (PMDB)
Jorge do Hugo (PSL)
Milton Garcêz (PTB)
Mizair Lemes Jr. (PMDB)
Paulinhos Graus (PDT)
Paulo Borges (PMDB)
Paulo Magalhães (SDD)
Richard Nixon (PRTB)
Rogério Cruz (PRB)
Wellington Peixoto (PROS)