GOIÁS

Cairo Salim propõe a versão ampliada do teste do pezinho na rede estadual de saúde

Rede pública já realiza teste que detecta até seis doenças. A versão ampliada encontra até 53 doenças e só existe na rede privada


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 04/01/2021 às 21:13:59

Deputado estadual Cairo Salim (Foto: Assembleia Legislativa)
Deputado estadual Cairo Salim (Foto: Assembleia Legislativa)

O deputado estadual Cairo Salim (PROS) apresentou, nesta quarta-feira, 23, durante sessão na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), projeto de lei com a finalidade de alterar a Lei n. 15.120, de 3 de fevereiro de 2005. A matéria visa garantir a inclusão no Teste do Pezinho do exame para diagnóstico da Síndrome da Imunodeficiência Combinada Grave (SCID), e também a implantação gradativa do teste do pezinho ampliado na rede pública estadual de saúde.

Segundo o parlamentar, a legislação em vigor já assegura a realização do Teste do Pezinho para detectar seis doenças. Já a versão ampliada, disponível atualmente somente na rede privada, identifica até 53 doenças, o que contribui sobremaneira para um futuro saudável das crianças. “A SCID engloba um conjunto de doenças presentes desde o nascimento, que são caracterizadas por uma alteração no sistema imune”, detalha Salim, ao frisar que a síndrome coloca o bebê em risco, podendo levar à morte.

Como a doença é hereditária, caso alguma pessoa da família sofra desta síndrome, o médico poderá fazer o diagnóstico da doença logo quando o bebê nasce, que consiste na realização de exames de sangue para avaliar a os níveis de anticorpos e células T. O parlamentar afirma que é de extrema importância que a triagem seja feita antes da aplicação de vacinas como a BCG e Rotavírus, pois um resultado alterado de triagem significa que o recém-nascido não tem um sistema imune funcional para controlar os patógenos da vacina.