Ajuda de fora

Caiado recebe ministros e afirma que Goiás está em ‘colapso generalizado’

Os ministros da Infraestrutura e da Cidadania visitam o Estado, além da comissão de técnicos do Tesouro Nacional e o auditor do Tribunal de Contas da União


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 14/01/2019 às 16:34:09

Governador Ronaldo Caiado (DEM) (Foto: Jefferson Rudy)
Governador Ronaldo Caiado (DEM) (Foto: Jefferson Rudy)

Em entrevista concedida ao Jornal Brasil Hoje, na manhã desta segunda-feira (14), o governador de Goiás Ronaldo Caiado (DEM), confirmou a vinda de dois ministros a Goiânia nos próximos dias. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, estará na capital nesta quinta-feira (17) e o da Cidadania, Osmar Terra, no dia 25 de janeiro. Além disso, categorizou a atual situação do estado como “colapso generalizado”.

O governador frisou que a folha de pagamento do mês de dezembro sequer existe, porque não foi empenhada pela administração anterior. “Assumo a responsabilidade, mas não fui o causador. Não sou homem de esconder atrás de mentiras e não tenho condições de contrair empréstimo. Junto ao Tesouro Nacional, estamos atualmente na pior categoria”, explicou

Caiado frisou que os prefeitos de municípios do interior estão há 13 meses sem repasses da Saúde e 10 meses sem repasses da Educação. Donos de faculdades estão há 12 meses sem receber, acumulando uma dívida de 76 milhões, além dos atrasos nas organizações sociais e unidades como o Materno-Infantil.

 

Tribunal de Contas da União (Foto: Reprodução)

Parcerias

Tarcísio Gomes de Freitas irá vistoriar trechos da BR-060 que liga Rio Verde, Jataí e Mineiros e BR-452, ligação entre o sul e o sudoeste do estado. Osmar Terra se reunirá com o secretário Marcos Cabral e representantes da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) para discutir programas sociais.

De acordo com o governador, uma comissão de técnicos do Tesouro Nacional estará em Goiás, hoje (14), para analisar as contas públicas, a fim de traçar um diagnóstico e estudar o socorro possível. “Aguardo este relatório para ter um quadro completo da nossa saúde financeira”, declarou Caiado.

Também chega nesta segunda-feira em Goiânia, Henrique Ziller, para comandar a Controladoria Geral do Estado (CGE). Ele é auditor de controle externo do Tribunal de Contas da União (TCU) e foi indicado pelo presidente da Corte, José Múcio Monteiro para para reequilibrar as contas públicas.

 

Recebendo Goiás

Caiado falou sobre a conversa que teve com o ministro da Saúde, Luiz Mandetta. “Estou tomando as medidas necessárias para avançarmos no atendimento para população do norte e nordeste de Goiás”, declarou.

O governador afirmou que a situação em que recebeu o Estado é de “vandalismo administrativo”. “Deterioraram e destruíram toda a estrutura de Goiás. Onde se pisa é um terreno pantanoso. Uma dívida de R$ 3,4 bilhões, enquanto nos cofres têm apenas R$ 11 milhões. Assim que os governos anteriores transformaram Goiás”, conclui.