ELEIÇÃO | ANÁPOLIS

Caiado encaminha-se para Anápolis para cumprimentar o reeleito Roberto Naves

Naves foi reeleito prefeito de Anápolis neste domingo (29), com 61,26% dos votos válidos


Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás | Em: 29/11/2020 às 18:43:40

Prefeito Roberto Naves e governador Ronaldo Caiado (DEM), em foto de arquivo (Foto: Divulgação)
Prefeito Roberto Naves e governador Ronaldo Caiado (DEM), em foto de arquivo (Foto: Divulgação)

O governador Ronaldo Caiado (DEM) está a caminho de Anápolis, para participar da entrevista coletiva do prefeito reeleito de Anápolis, Roberto Naves (PP). A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Palácio das Esmeraldas. Em breve, novas informações.

Naves foi reeleito prefeito de Anápolis neste domingo (29), com 61,26% dos votos válidos. O atual gestor derrota o ex-prefeito Antônio Gomide, que tem 38,74% dos votos. Até agora, 93,54% das urnas foram apuradas

No primeiro turno, Naves recebeu 82.139 votos, contra 50.843 de Antônio Gomide. O seja, o atual prefeito totalizou 46,64% dos votos válidos, contra 28,87% do petista.

Antônio Gomide já foi prefeito de Anápolis em duas ocasiões, de 2009 a 2012, e de 2013 a 2014, quando deixou o cargo para disputar o Governo de Goiás. Naquela eleição, ele ficou em quarto lugar, com 319.233 votos.

Ataques

Neste domingo, tanto o progressista quanto o petista trocaram ataques. Roberto afirmou que que PT de Gomide tem “histórico sujo”. Ele também rebateu as acusações de que teria utilizado a suspeita de Covid-19 para fugir dos debates.

“Eu vejo isso como falta de respeito. Eu tenho uma filha com problema respiratório crônico e quando tivemos sintomas, precisei me isolar. Mais um jogo sujo do PT”, afirmou

Gomide, por sua vez, acusou o adversário de usar máquina pública no pleito. Além disso, afirmou que Naves utilizou da estrutura da prefeitura e das redes sociais para espalhar Fake News contra o petista.

“A população sabe quem usou a máquina administrativa”, disse Gomide. “O prefeito correu do debate. Isso é muito ruim. O segundo turno é para discutirmos os problemas da cidade. As redes sociais quem sempre trabalharam para a prefeitura foram as mesmas que nos atacaram. A estrutura financeira é muito pesada. Nosso adversário jogou muito pesado com as Fake News nas redes sociais”, disse na ocasião.