REPERCUSSÀO

Caiado elogia Iris e afirma que continuará a ouvir os seus conselhos

Governador defendia a participação do prefeito da capital em um novo projeto político em 2020


Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 25/08/2020 às 13:52:17

Iris Rezende e Ronaldo Caiado são aliados. Foto: Prefeitura de Goiânia.
Iris Rezende e Ronaldo Caiado são aliados. Foto: Prefeitura de Goiânia.

Em sua conta no Instagram, o governador Ronaldo Caiado (DEM) repercutiu a decisão do prefeito Iris Rezende (MDB) de se aposentar ao término deste ano e disse que, mesmo depois de o emedebista concluir o seu mandato, pretende continuar a ouvir os seus conselhos. Iris e Caiado, que já foram arquirrivais, estão juntos desde 2014, ano em que disputaram o governo do Estado e o Senado, respectivamente, na mesma chapa.

“Respeito a decisão do prefeito Iris Rezende em não disputar a reeleição. Mesmo assim, ele continuará sendo um grande balizador da política goiana. Como governador e, acima de tudo, amigo, sempre deliberamos nossas ações administrativas de forma conjunta, pensando, acima de tudo, em quem vive em nossa querida Capital. Dono da maior e mais respeitável trajetória política, não deixarei de continuar a ouvir os conselhos de Iris, mesmo após o final de seu mandato. Goiás e Goiânia se orgulham de Iris, assim como todos nós”, escreveu o governador.

Nos bastidores, o que se comenta é que Caiado fez parte de um grupo de aliados que insistiu, até o último instante, para que Iris considerasse a ideia de concorrer a mais um mandato de prefeito. Caiado não tem boa relação com o grupo do ex-governador Maguito Vilela, que tende a ocupar o vazio deixado no MDB pela aposentadoria de Iris. O governador, segundo pessoas próximas, teme que o Vilelismo triunfe na Capital e atrapalhe os seus projetos políticos futuros.

No grupo político do governador há partidos que estavam dispostos a apoiar a reeleição de Iris, mas que se mostram reticentes com a provável candidatura de Maguito à prefeitura. Especula-se que o bloco de articulação política que gravita em torno de Caiado se dividirá nesta eleição, em Goiânia, em função da ausência de Iris.